quarta-feira, 8 de junho de 2016

Aeroporto do Cariri: ministro dos transportes se compromete com Eunício e bancada cearense que obra é prioridade

A necessidade de ampliação e modernização do aeroporto Orlando Bezerra, em Juazeiro do Norte, mobilizou mais uma vez integrantes da bancada federal do Ceará e lideranças da região do Cariri em Brasília. 

O líder do PMDB, senador Eunício Oliveira, acompanhado dos deputados federais Cabo Sabino (PR) e Gorete Pereira (PR) se reuniram com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, nesta quarta-feira (08), que assegurou prazo de 15 dias para divulgação do cronograma do projeto até sua execução. De acordo com o próprio ministro, o projeto está cumprindo a terceira etapa de avaliação. No total são cinco etapas.   

Maurício Quintella assegurou prioridade e cuidado com a reforma e ampliação do terminal do Cariri. “Nós temos conhecimento da importância do equipamento para o desenvolvimento da região e esse projeto terá a prioridade que ele merece”, disse. O recurso previsto pelo ministério para realização da obra está em torno de R$ 78 milhões e terá como fonte o Fundo Nacional da Aviação Civil. 
O senador Eunício informou que o Fundo do Tesouro, está contingenciado, e que atuará, junto ao presidente interino, Michel Temer, para liberação do investimento.  

Os participantes da reunião conseguiram ainda corrigir uma falha do projeto inicial que já se encontrava em andamento no ministério. De acordo com o Secretário de Aeroportos da Secretaria de Aviação Civil, Leonardo Victor da Cruz, a ampliação da pista de pousos e decolagens não estava prevista no projeto que está passando pelas etapas de avaliação. O que para o senador Eunício Oliveira, não fazia sentido, já que esta é a principal demanda das operadoras de voo que atendem a região. “As empresas que operam no aeroporto do Cariri já estão fazendo uso de aeronaves de grande porte e precisam de uma pista com maior amplitude e resistência. Foi fundamental a sensibilidade do ministro em atender essa demanda e incluir no projeto inicial”, disse. A empresa Gol, opera com o Boeing 737-800 e a Avianca com o modelo A320, os dois exigem uma pista com capacidade e resistência superior a que é oferecida pelo terminal atualmente. 

O Coordenador de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Juazeiro do Norte, Roberto Celestino está à frente dessa luta há muitos anos e também participou do encontro. Para ele, a reforma do terminal de passageiros do Cariri só atenderá completamente a demanda das operadoras de voo, oferecendo condições para que elas permaneçam na região, com a reforma de resistência da pista e ampliando seu tamanho em 300 metros. “A pista hoje tem a classificação de pavimento de 32, enquanto as aeronaves que estão ali rodando exigem uma classificação no padrão 46”, explicou.

Com base em um estudo técnico realizado por uma associação de engenheiros e revisado por estudiosos do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), o qual prevê um orçamento de quase R$ 30 milhões para as obras de reforma, modernização e ampliação do Aeroporto, Celestino detalhou que além do reforço e ampliação da pista, o terminal precisa de reforço e melhorias no pátio, no acesso e no taxiway. Ele disse que seguindo todos esses critérios “a reforma do aeroporto traz benefícios consideráveis para a região do Cariri, evitando assim que as empresas abandonem o terminal por falta de investimentos e melhorias”, argumentou.

O estudo apresentado por Celestino incluiu os benefícios a serem totalizados pelo Estado como o recolhimento de R$ 21 milhões em ICMS por ano, além de gerar em torno de R$ 22 milhões de Receitas para a Infraero. 

Também estiveram na reunião o prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macêdo e o Diretor de Planejamento de Voos de Operação da Avianca Brasil, Marcelo Garcia. 

Fluxo do terminal - A geração de emprego através da ampliação e reforma do terminal também esteve entre os argumentos de Celestino. De acordo com o estudo apresentado por ele, seriam 16 mil empregos diretos e indiretos gerados a partir desse investimento.

O aeroporto do Cariri fechou 2015 com uma movimentação de passageiros de 444.390 usuários de embarques e desembarques. Número que vem aumentando a cada ano devido ao crescimento econômico da região do Cariri e Centro Sul do estado, além de atender cidades de estados vizinhos como Pernambuco e Paraíba. 

O turismo religioso e ecológico, além do polo universitário que foi instalado nas principais cidades do Cariri, também estão entre os fatores que mais tem influenciado no aumento do fluxo de passageiros no terminal. www.eunicio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário