quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Estado e MDA entregam equipamentos para a agricultura familiar

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), entregam nesta sexta-feira (1), às 11h30min, equipamentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) para garantir a convivência dos municípios cearenses com o semiárido. A solenidade será no Parque de Exposições Governador César Cals e contará com as presenças do Governador Cid Gomes, do Ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas e do Secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins.

Vinte e cinco municípios serão beneficiados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) com 40 caminhões caçamba, equipamentos que serão utilizados para a construção de estradas vicinais para facilitar o escoamento da produção, além de 28 carros-pipa.

Receberão os equipamentos Acaraú, Amontada, Acopiara, Boa Viagem, Canindé, Crateús, Granja, Icó, Iguatu, Jardim, Missão Velha, Morada Nova, Mombaça, Pedra Branca, Quixadá, Quixeramobim, Russas, Santa Quitéria, São Benedito, Sobral, Tauá, Tianguá, Várzea Alegre e Viçosa do Ceará. O investimento é de aproximadamente R$ 262 milhões. Além desses municípios também receberão caminhões pipa os municípios de Caucaia, Barbalha e Itapipoca.

Na ocasião também serão entregues aos municípios de Banabuiú, Quixeramobim e Boa Viagem tanques de resfriamento de leite (5), com capacidade de armazenamento de 2.000 litros, kits de higiene de ordenha (120), kits de inseminação artificial (2) e kits de análise de leite (5), totalizando 144 beneficiários, além da Associação Comunitária Vila dos Papocos que receberá certificado para a construção de uma casa de farinha.

Nelson Martins destaca a importância do evento para os municípios que sofrem com a estiagem no Estado.“A entrega desses equipamentos representa um marco histórico de contribuição do Governo Federal para estruturar os municípios na convivência com o semiárido”, coloca.

O secretário acrescenta ainda que o Governo Federal entregará mais equipamentos no Estado. “O Governo Federal já doou 181 máquinas retroescavadeiras e 181 motoniveladoras e está entregando 28 caminhões-pipa e 40 caminhões-caçamba e entregará máquinas pás-carregadeiras para 181 municípios, representando um repasse de R$ 1,5 milhão para cada município”, afirma.

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Desenvolvimento Agrário
Luana Matos – estagiária de Jornalismo
luana.pessoa@sda.ce.gov.br
Lúcio Filho – (85) 3101.8105 | 8897.8510
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br
Amanda Sobreira –  (85) 31018137
amanda.sobreira@sda.ce.gov.br
Twitter: @ImprensaSDA

Prefeitura de Banabuiu entrega kits a concludentes de manicure e pedicure

A equipe do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) realizou na tarde de hoje nas dependências da câmara municipal de Banabuiú, a entregas de kits a 20 concludentes do curso de manicure e pedicure, através do programa "criando oportunidades" sob parceria do governo Estadual e Municipal. Os novos profissionais estão aptos ao mercado de trabalho para disputarem vagas ofertadas neste e em qualquer outro município que tenha disponível. Estiveram presentes a coordenadora do programa no estado Simone Veras, que representou o secretário estadual do trabalho, Josbertini Clementino, além do prefeito da cidade, secretários e vereadores. Confira Fotos.

Lançado sistema de produção de forragem no Sertão Central

Foram beneficiados os municípios de Banabuiu e Quixadá com a implantação de 50 hectares de palma forregeira e 60 hectares de sorgo para reserva de alimentação animal

A comunidade São Gonçalo está localizada no distrito de Sítio Laranjeiras distante aproximadamente 20 quilômetros da sede de Banabuiu. Aqui mora o senhor Joseci Dias, conhecido como Boneco que acompanhou a implantação do Programa de Palma Forregeira na Região do Sertão Central.

Boneco terá que 1 hectare de Palma em sua propriedade. Os equipamentos para o plantio foram doados pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF).

No total serão implantados 50 hectares de palma forrageira e 60 hectares de sorgo, para serem usados na alimentação animal. Neste sábado (26), foi lançado o Programa de Produção de Forragem no Sertão Central, nos municípios de Banabuiu e Quixadá. O programa é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), em parceria com a CHESF. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce) e o Instituto Agropolos e a CHESF são os executores nos municípios e nas associações selecionadas. O secretário de Agricultura de Banabuiu, Neto Rodrigues, destacou que a Prefeitura vai oferecer todo apoio aos produtores para que eles possam conviver com a seca e o semiárido.

Em Quixadá, a comunidade beneficiada foi a do Riacho do Meio. O investimento no Projeto é de R$ 900 mil, sendo R$ 500 mil da CHESF e R$ 400 mil de recursos do Estado, via Fundo Estadual de Combate à Pobreza. As comunidades receberam ainda equipamentos como ensiladeiras, segadeiras, enfardadeiras, fateadoras de palma e maquinário necessário para a produção. Em cada comunidade beneficiada foi implantado também um sistema de irrigação por gotejamento para o cultivo de um hectare de palma forrageira. O investimento foi de R$ 14,6 mil.

A palma é uma cactácea forrageira altamente adaptada ao semiárido capaz de resistir a estiagem e produzir neste período. Tem ainda alto valor nutritvo. "Um hectare de palma alimenta 20 cabeças de bovinos e cerca de 200 cabeças de ovinos e caprinos durante um ano", afirmou o produtor Francisco Hélcio, conhecido como Bebel.

Para o coordenador de Desenvolvimento da Agricultura Familiar, Itamar Lemos, a SDA está apostando em iniciativas inovadoras para desenvolver a agricultura familiar e garantir a convivência com o semiárido. “É muito bom ver um projeto como essa saindo do papel e ver que os produtores daqui terão oportunidade de emprego e renda”, afirmou.

Segundo o coordenador de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas da Pecuária da SDA, Márcio Peixoto, a palma forrageira é importante tanto para a alimentação animal como para a alimentação humana. Peixoto destacou ainda que a produção de forragem é a garantia de renda certa para os produtores, principalmente em momentos de estiagem, “isso porque bem alimentado, o gado produzirá um leite de melhor qualidade”.

O presidente da Ematerce, José Maria Pimenta também reconheceu a produção de palma forrageira como uma alternativa eficiente para a convivência com o semiárido. “Além da produção de ração animal, a palma forrageira pode ajudar os nossos agricultores familiares a ampliarem os seus negócios com a venda do produto para outras cidades e outros estados”, disse.

O secretário adjunto do Desenvolvimento Agrário destacou que a produção de palma forrageira no Ceará é uma atividade bastante rentável, pois em cada hectare plantado é possível se conseguir uma produção de até 90 toneladas de palma forrageira.

O secretário Nelson Martins destacou que um dos principais objetivos da implantação da Palma Forrageira nos municípios é, além de oferecer uma alternativa para a alimentação animal, permitir a geração de riqueza, com a comercialização do produto. “A SDA vai incentivar a disseminação da palma forrageira através de outros programas do Estado e vamos levar esta produção para outros municípios do Ceará”, informou.

Também participaram das solenidades o prefeito de Quixadá, João Hudson Rodrigues Bezerra, o presidente do Instituto Agropolos, Leonildo Peixoto, vereadores dos dois municípios e produtores rurais das associações que são atendidas pela SDA.

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Desenvolvimento Agrário
Lúcio Filho – (85) 3101.8105 | 8897.8510
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br

Amanda Sobreira – (85) 3101.8137
amanda.sobreira@sda.ce.gov.br

Luana Matos – estagiária de Jornalismo
luana.pessoa@sda.ce.gov.br
Twitter: @ImprensaSDA

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Seminário ajuda na consolidação da política nacional sobre secas

Os efeitos da seca e a convivência com o semiárido no município de Banabuiú. Veja a Reportagem.

Homem corta o penis por falta de namorada

homem de 26 anos de idade, que trabalhava longas horas e acreditava que não havia nenhuma chance de encontrar uma namorada, resolveu cortar seu próprio pênis por achar que ele não tinha nenhuma utilidade.
Yang Hu acreditava que por nunca ter tempo de sair, por conta do trabalho, não conseguiria encontrar uma namorada. Então, em meio ao desespero e à depressão, o rapaz decepou seu membro.
Mas Yang rapidamente se arrependeu, e então pegou sua bicicleta e foi correndo ao hospital para receber tratamento, tentando reconstituir o membro. Mas para a infelicidade do chinês, ele havia perdido muito sangue, e os cirurgiões não foram capazes de salvá-lo.
Homem corta o próprio órgão genital depois de se revoltar por não ter uma namorada
Os amigos disseram que Yang estava cada vez mais deprimido pelo fato de não encontrar uma alma gêmea. Eles disseram que as longas horas de trabalho em uma fábrica de roupas em Jiaxing, na província de Zhejiang, no leste da China, o fazia pensar que jamais conheceria uma mulher. Do Mirror.

Conscientização e Reciclagem: Cagece promove ações sociais na Capital e Interior

Conscientização e Reciclagem: Cagece promove ações sociaisApresentações do Teatro de Mamulengos e Projeto Reciclocidades visitam nove bairros de Fortaleza e Pacajus.
A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) promove durante toda esta semana ações sociais na Capital e interior do Estado. Os eventos, voltados para o público infantil e adulto irão divertir, conscientizar e capacitar os participantes para o uso consciente dos recursos naturais.
Em Fortaleza, oito bairros recebem técnicos da Cagece para apresentações do Teatro de Bonecos. Os personagens Pingo e Gota d’água estarão com o “Esquadrão do Desperdício” ensinando a criançada a economizar água nesta terça-feira (29), no Colégio Ágape, no bairro Cidade dos Funcionários e na FACC, no São João do Tauape.
Na quarta-feira (30), é a vez dos alunos do Colégio Christus, na Parquelândia, e da Escola Francisco Araújo do Nascimento, no Maracanaú, aprenderem a não desperdiçar água. Já no penúltimo dia de ações, na quinta-feira (31), o Pingo e o Gota vão visitar as crianças do Colégio Ágape, no Eusébio, e na Unidade da Cagece, no bairro Aldeota.
Fechando a semana com chave de ouro, na sexta-feira (01), as apresentações do Teatrinho da Cagece serão no CRAS do Mondubim e na Associação de Assistência a Criança Excepcional, no bairro Benfica.
Já para o público adulto, a Cagece realiza o Projeto Reciclocidades no Centro de Promoção da Vida Hélder Câmara, no Genibaú, e no bairro Zona Rural, em Pacajus.
O Projeto Reciclocidades vem ajudando pessoas de diversas comunidades e instituições no Ceará, desde 2009, levando cultura e aprendizado e proporcionando uma renda extra para os participantes do projeto. Técnicos da Companhia ensinam os alunos a transformar o lixo em arte. Nesta semana é a vez do Centro de Promoção da Vida Hélder Câmara receber o Projeto. Assim também irá funcionar em Pacajus com os moradores do bairro Zona Rural.
Para solicitar que a equipe social da Cagece promova ações na sua escola ou comunidade, basta entrar em contato com a Gerência de Responsabilidade e Interação Social através do telefone: 85 3101.1747.
Confira a programação completa:
Projeto Reciclocidades:
Dia 29/10 a 01/11 – Bairro Zona Rural, Pacajus
Dia 20/10 a 01/11 – Centro de Promoção da Vida Hélder Câmara, Genibaú
Teatro de Mamulengos:
Dia 29.10 – 15h: Colégio Ágape, Cidade dos Funcionários
Dia 29.10 – 16h: FACC, São João do Tauape
Dia 30.10 – 09h30/14h30: Escola Francisco Araújo do Nascimento, Maracanaú
Dia 30.10 – 14h30: Colégio Christus, Parquelândia
Dia 31.10 – 09h30: Colégio Ágape, Eusébio
Dia 31.10 – 16h: UNMTL, Aldeota
Dia 01.11 – 09h: CRAS, Mondubim
Dia 01.11 – 14h: Associação de Assistência a Criança Excepcional, Benfica
Assessoria de Comunicação da Cagece: Sabrina Lemos (sabrina.lemos@cagece.com.br - 85 8878.8932/3101.1828)

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Prefeita de Santana do Cariri parabeniza Dia do Servidor Público

A Prefeita de Santana do Cariri, Daniele de Abreu Machado, parabeniza, neste Dia do Servidor Público, todo o funcionalismo municipal de Santana do Cariri, pelo zelo dedicado à função de levar ao público, através de suas funções diárias, o trabalho voltado ao atendimento da população, na busca de promover qualidade de vida e o desenvolvimento da cidadania Santanense, em todos os seus aspectos.
São essas as condições indispensáveis para moldar o futuro do nosso Município. Parabéns, em especial, aqueles que têm uma vida dedicada ao bem servir, contribuindo fortemente para uma Santana do Cariri melhor. Que todos os servidores sempre façam a diferença, por uma sociedade mais feliz. São os votos da prefeita municipal Daniele Machado, neste Dia do Servidor Público.
Jornalista Amaury Alencar da Assessoria de Comunicação.

domingo, 27 de outubro de 2013

Teleton Brasil 2013 com a meta alcançada

Este ano aconteceu a edição do Teleton Brasil 2013 que bateu a meta esperada. Segundo o dono do SBT Silvio Santos Ultrapassamos a meta R$ 26.907.055. Mais você ainda pode continuar doando. .

sábado, 26 de outubro de 2013

Licitação em andamento Verba prevista para recuperar barragens

Dnocs deve receber do governo federal R$ 200 milhões para efetuar as obras e mais R$ 23 milhões para projetos
O governo federal já tem garantidos recursos de R$ 200 milhões a serem disponibilizados ao Dnocs, para que o órgão possa efetuar as obras de recuperação das barragens sob sua administração. Para isso, um outro montante de R$ 23 milhões já está reservado para a contratação dos projetos de recuperação desses reservatórios.

No Ceará, serão sete ou oito barragens recuperadas das 23 previstas e anunciadas ontem pelo ministro da Integração Nacional Foto: Bruno Gomes.

O ministro da Integração, Francisco Teixeira, informa que o Dnocs já está terminando a licitação das empresas que farão estes projetos e estará em breve realizando as contratações.

"A ideia é que, ´pari passu´, cada projeto que fique pronto a gente já licite a recuperação da barragem, porque já estão previstos estes R$ 200 milhões através do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)", contou.

Ações no Ceará - Ao todo, são 23 barragens que passarão por recuperação, sendo sete ou oito delas no Ceará, entre estas, o Castanhão, o Banabuiu, a barragem de Atalho, Orós e Quixabinha. "A barragem Engenheiro Ávidos, que fica na Paraíba, já tem projeto feito em parceria com Governo do Estado e o Dnocs já está preparando os documentos pra gente licitar. Já iniciamos pelo Poço da Cruz, em Pernambuco, e agora estamos contratando os restantes", informou Teixeira, acrescentando que espera que todos os projetos sejam iniciados ainda este ano.

O ministro acrescentou que está sendo discutida a gestão de operação do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf), que terá a participação do Ministério da Integração e de outros ministérios, como Planejamento e Casa Civil.

Dnocs na transposição - Conforme afirmou o ministro, o Dnocs também deverá participar da administração da transposição. "De uma forma ou de outra, o Dnocs participará da gestão desse projeto, até porque mais de 20 reservatórios que vão receber a água do Pisf estão administrados pelo Dnocs", disse.

Teixeira acrescentou ainda que o governo federal já disponibiliza R$ 33 bilhões em recursos hídricos no semiárido, incluindo os recursos com as obras da transposição, por meio das duas edições do PAC , a1 e a 2.

"Se incluirmos as ações emergenciais, a gente chega aí aos R$ 40 bilhões. Estamos vivendo um momento ímpar, porque nunca se aportou tantos recursos na infraestrutura hídrica no semiárido brasileiro", afirmou o ministro da Integração. Desses recursos, o Dnocs trabalha com R$ 2,6 bilhões, com tendência de ter esse volume elevado. (SS)
Caderno Negócio DN.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Violência no Ceará obriga moradores a viajarem para sacar dinheiro

No Ceará, só este ano, já foram registrados 31 ataques a bancos e caixas eletrônicos, com uso de explosivos. Em muitas cidades do interior, agências bancárias continuam fechadas. E os moradores são obrigados a viajar para sacar dinheiro.
Já foram três explosões só este ano na única agência bancária de Palmácia, interior do Ceará.
Sem caixas eletrônicos na cidade, seu Antônio é obrigado a viajar 40 quilômetros para receber o dinheiro na cidade vizinha, Maranguape. E parte da renda da aposentadoria ele gasta no transporte.
"Entre merenda e negócio de transporte é R$25, R$30. No pouco dinheiro que a gente recebe faz falta", contou Antônio Ferreira Lima, aposentado.
Em Banabuiú, a agência foi destruída por bandidos há um ano e meio. Para sacar dinheiro, todo mês seu Manuel é obrigado a pegar uma van que leva a outros municípios.
"Andava só um pouquinho e, agora, é uma dificuldade medonha pra gente se deslocar pra ir receber", disse Manuel Edísio de Melo, aposentado.
Prejuízo pra quem precisa se deslocar e também para os comerciantes aqui da cidade. É que os moradores que vão receber pagamentos no município vizinho acabam fazendo as compras por lá mesmo com medo de andar com dinheiro no bolso.
"Comércio acabou. A gente ainda tá aqui porque não tem pra onde ir, mas, não tem movimento nenhum. Depois que explodiu o banco", afirmou Maria Zumira Nobre Rabelo, comerciante.
"Se eu tiver que comprar alguma coisa já vou comprar lá porque já estou lá né", disse Zuleide Colares, artesã.
De Banaibuiu até a próxima agencia bancaria, em Quixadá, são 54 quilômetros.
Dona Terezinha enfrenta esta jornada todo dia de pagamento.
Depois da estrada, tem caminhada, banco lotado.
Dona Lurdes enfrenta o mesmo problema. Viaja quase 40 quilômetros para sacar dinheiro.
Maria de Lurdes Lopes da Silva, aposentada: Eu saio de casa quatro e meia. E chego aqui faltando dez pras seis.
Com o aumento de casos de explosões em caixas eletrônicos nas cidades do interior, a alternativa para receber dinheiro e fazer pagamentos é recorrer a lotéricas e os correios. Mas nem sempre há dinheiro disponível.
"Elas têm medo de ficar com dinheiro aqui e ser assaltada, porque todo mês acontece isso", revelou Maria Aurilene de Castro, agricultora. Assista a reportagem.

Banabuiú realiza audiência com pescadores do Município

http://www.dnocs.gov.br/barragens/banabuiu/Barragem%20Banabuiu.jpgO auditório Antonio Sales na cidade de Banabuiú estava lotada na manhã desta quinta-feira, dia 24/10, na audiência pública com os pescadores do município. Dentre as autoridades presentes, estavam: Dr. Flavio Bezerra Secretário do Planejamento e Ordenamento de Pesca do Ministério da Pesca e Aquicultura (Sepop), Dra Vanja Fontenele Procuradora de Justiça do Estado do Ceará, Prefeito Veridiano Sales, Dr Leo Junqueira representante do Ministério Público de Banabuiú, Dr. Nicodemos Fabricio Maia Pocurador do Ministério Público do Trabalho da 7ª região, Dra Vilma Coordenadora Regional do Sine/IDT, Dr João Claudio Superintendente Adjunto da Secretaria de Pesca, Dr Marcelo Torres engenheiro da Pesca da Superintendência do Ministério da Pesca e Aquicultura, além dos vereadores, secretários municipais e a população em geral e, também de Felipe Sales ex-secretário de agricultura.
Com informações de JOEL MORAES - Assessor de comunicação da Prefeitura de Banabuiú.
Ouça a sonora:
Leo Junqueira
Prefeito Veridiano Sales
Dr. Nicodemos Fabricio Maia
Dra Vanja Fontenele
Dr. Flavio Bezerra Sepop

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Consequências da seca Situação crítica é registrada em 65% dos açudes

O quadro é considerado preocupante quando o reservatório acumula água entre10% e 30%, como está a maioria.
Iguatu O Ceará acumula neste mês uma média de 35,75% de água em 144 açudes monitorados em 12 bacias hidrográficas pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh). Do total, 94 reservatórios (65,2%) apresentam volume inferior a 30%. Em outubro de 2012, eram 43 açudes nesta situação. O quadro atual é considerado muito crítico e preocupante. O perfil mais grave é a Bacia dos Sertões de Crateús que está com um índice atual de 5,52%, considerado como muito crítico.

Há um mês, a reserva hídrica do Estado era de 38,4%. A tendência para os próximos três meses é de perda do volume acumulado em decorrência do consumo e da evaporação, em torno de 3% ao mês. O monitoramento das bacias hidrográficas é acompanhado mensalmente por técnicos da Cogerh e avaliado pelo governo do Estado. A redução do volume armazenado traz preocupação para as autoridades e para os moradores do Interior.

O acesso à água potável torna-se cada vez mais difícil para milhares de famílias de cidades e de áreas rurais. Depois de anos seguidos de seca e de perda de volume de água nos açudes, os olhos do sertanejo estão voltados para o céu e o coração para Deus, em preces cada vez mais constantes para que em 2014 ocorra um bom inverno e recarga dos reservatórios com intensas chuvas.

De acordo com monitoramento da Cogerh, a atual situação da Bacia dos Sertões de Crateús é considerada muito crítica. Nos últimos dois anos, sempre permaneceu em situação de alerta e nesse período não houve recarga. O quadro é considerado crítico quando o reservatório acumula entre 10% e 30%. É o que ocorre com a Bacia do Banabuiú (28,14%), Baixo Jaguaribe (12,82), Curu (11,03%) e Litoral (26,40%).

Prognóstico - A situação é de alerta na Bacia do Médio Jaguaribe (41,46%), Bacia do Acaraú (31,12%), Bacia Metropolitana (30,64%) e Coreaú (32,14%). Apenas duas bacias apresentam perfil confortável: Bacia da Serra da Ibiapaba (50,16%) e do Alto Jaguaribe (49,9%), quando ao volume hídrico armazenado. Nos últimos dez anos, desde 2004, a Bacia do Salgado, no Sul do Estado, na região do Cariri cearense sempre apresentou um status de "confortável", mas neste ano perdeu água e passou a ser considerada crítica.

A Funceme vai divulgar o primeiro boletim com prognóstico para a quadra invernosa (fevereiro a maio) em fins de janeiro de 2014, após avaliação de vários fatores climáticos, temperatura dos oceanos Pacífico e Atlântico e troca de informações com outros centros meteorológicos.

Entretanto, a novidade é que deve ser divulgado em novembro próximo um prognóstico parcial para pré-estação chuvosa (dezembro e janeiro).

O Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), divulgou em setembro passado prognóstico para o trimestre de outubro a dezembro com chuva dentro da normalidade para a região Nordeste. Nos próximos dias deve anunciar previsão para o primeiro trimestre de 2014.

Mediante a perda de volume dos açudes, a Cogerh promove periodicamente reunião de avaliação de alocação de água negociada com os integrantes das bacias hidrográficas. O objetivo é avaliar a situação atual e a demanda para definir se mantém o volume de liberação de água acordado na última reunião ou se amplia ou mesmo reduz. São centenas de sistemas no Ceará e cada um segue calendário e vazão específicos.

Perdas - Segundo a Funceme, a quadra invernosa de 2013 ficou 37% abaixo da média histórica. Tendo como base o início deste ano, todas as bacias hidrográficas registraram perda de água armazenada. A Bacia dos Sertões de Crateús acumulava em média 13,76% e agora caiu para 5,52%. A do Alto Jaguaribe despencou de 65% para 25%. A Bacia do Curu reduziu de 21% para 11%. A Bacia do Salgado registrou redução de 33% para 25%.

O maior volume acumulado no fim da estação chuvosa (maio) de 2012 era na Bacia da Serra da Ibiapaba com 86%, seguida do Alto Jaguaribe com 85%. Os dados mostram que na Bacia dos Sertões de Crateús houve uma redução de 33% para 5% entre maio do ano passado e outubro de 2013.

No período de 2005 a 2011, o Ceará vivenciou uma situação confortável com volume acumulado acima de 70% nos reservatórios monitorados pela Cogerh. Em 2011, chegou a 85% em média, entretanto, atualmente está com 35,75%.

Dos dez reservatórios que integram a Bacia dos Sertões de Crateús, o açude Sucesso secou totalmente e outros estão com volume inferior a 5%. São eles: Em Independência - Cupim (0,41%) e Jaburu II (1,69%); Colina em Quiterianopólis (2,71%), e Carnaúbal em Crateús (2,80%).

Açudes estratégicos para o Estado que asseguram o abastecimento de várias cidades e perenização de rios são acompanhados com maior atenção. O Castanhão, o maior do Estado, que realimenta o sistema da Região Metropolitana de Fortaleza e o Baixo Jaguaribe, está com volume de 44,67%; na Bacia do Alto Jaguaribe, o Orós, o segundo maior do Ceará, acumula 55,96%; e o Arneiroz II tem apenas 25%.

A situação mais confortável é do Açude Gavião, em Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, que acumula 92% de sua capacidade. O Açude Quixeramobim apresenta 73% do volume e o Banabuiú com 31,62%, no Sertão Central.

No município de Tauá, na Bacia do Alto Jaguaribe, o Açude Forquilha II secou e o Favelas apresenta apenas 15% de seu volume. A situação é muito crítica nos dois principais reservatórios: Várzea do Boi (1,54%) e Trici (1,73%). O Açude Trussu que abastece a cidade de Iguatu, uma das dez maiores do Interior, está com 64%. Em Campos Sales, o Açude Poço da Pedra tem 9,81% e a população vem enfrentando dificuldade de abastecimento de água.

Na cidade de Acopiara, o Açude Quincoé secou e a população também enfrenta racionamento de água. A única alternativa é a construção de uma adutora de emergência a partir do Açude Trussu em Iguatu. A obra está em andamento e é feita em ritmo de urgência. O açude Lima Campos, um dos mais antigos do Ceará, construído em 1932, e que abastece a cidade de Icó está com um volume de 57%.

A Cagece informa que das 251 localidades operadas pela empresa, com abastecimento hídrico, cerca de 20 estão sofrendo por falta de água devido ao período de estiagem.

Mais informações:
Cogerh - Fone: (85) 3218. 7024
Funceme -Fone: (85) 31010. 1117 Fortaleza
Honório Barbosa Repórter DN.

Açude Sousa chega a "volume morto"

Canindé
A principal fonte de abastecimento de água neste município, o Açude Sousa, com capacidade para 30,8 milhões de metros cúbicos, está desde o dia 18 passado com o seu bombeamento suspenso. O colapso na cidade tem sido evitado, com a oferta do Açude São Mateus, mas que também já com nível crítico de reserva hídrica. Há tempos que a comunidade local já reclamava da qualidade da água do Açude Sousa.
Açude Sousa é a principal fonte de abastecimento de Canindé. A água já se encontra distante de seu volume cheio e mais parece um deserto FOTO: A. C. ALVES

Ao invés de ser transparente, a cor se apresentava verde e com mau cheiro constante. A maioria dos moradores, tanto das proximidades do reservatório quanto na sede de Canindé, estava evitando o produto para beber.

"Pela manhã, a gente tem que encher tudo que é vasilha para garantir água. Mesmo com o esforço do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). É muito triste a situação da cidade, que enfrenta um racionamento alternado para não gerar conflitos´´, informou o estudante Francisco Martins dos Santos.

A reportagem esteve no reservatório e pode constatar que é possível ainda caminhar dentro do açude sem que o nível da água fique acima do joelho.

A situação precária do açude e, consequentemente, dos moradores é confirmada pelo agricultor Walter Porfírio, 25 anos, que tenta tirar o resto do peixe existente em partes que ainda têm água. Com a qualidade da água bastante comprometida, é impossível manter o abastecimento para a população.

"Passamos a gastar muito dinheiro comprando água para beber, já que a água do açude está ruim", salienta. Para ele, que mora perto do reservatório construído pelo Governo do Estado, nunca mais foi possível ver o açude sangrar, em decorrência do baixo volume.

Sofrimento - "Vai ser complicado se a gente ficar sem água. Espero que chova logo e melhore nossa vida. Todos os moradores precisam do açude e de água limpa", diz.

De acordo com Walter, é um sofrimento ter que pegar água todos os dias nos poços que foram instalados pela Prefeitura de Canindé. Na companhia do filho, ele pega água em um dessalinizador no bairro da Palestina que fica próximo ao segundo maior açude da cidade, o São Matheus que também encontra-se com sua capacidade reduzida.

Baldes são utilizados na tentativa de armazenar a água para o consumo da família. "O Presidente do SAAE Nelson Bandeira disse que todos os esforços estão concentrados na campanha de racionamento do consumo. "A água que a gente tem aqui vai para a sede de forma tratada e não coloca em risco a saúde dos habitantes". A nossa água passa por um tratamento rotineiro e sai dos açudes direto para a estação de tratamento, e, depois vai para as nossas casas", diz.

Se o problema persistir e não chover nos próximos meses no município, há uma adutora instalada em fase de experiência saindo do açude escuridão para a ETA instalada no bairro do Monte, garantindo assim possibilidade de atender a demanda até a chegada do próximo inverno.

Emergência - "Enviamos documentos esclarecendo nossa situação aos departamentos responsáveis. Estamos esperando uma ação emergencial para a construção de mais poços na cidade", diz o prefeito Celso Crisóstomo.

Conforme ele, os investimentos para melhorar a qualidade da água aumentaram. Mesmo assim, a população ainda continua com problemas principalmente nas partes mais altas.

Segundo o Presidente do SAAE, já foram perfurados poços nos bairros de Santa Luiza, Canindezinho, Palestina, Campinas, Capitão Pedro Sampaio, Largo Orebe, todos eles dotados de estrutura para lançar a água na rede de distribuição já tratada´´.
Antônio Carlos Alves - Repórter DN.

DNOCS: João Ananias diz que é inaceitável sucateamento

O deputado federal João Ananias (PCdoB-CE) destacou na Tribuna da Câmara, nesta terça-feira (22/10), os 104 anos do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). Ele ressaltou que a rica história do órgão é um atestado do relevante trabalho realizado para a melhoria das condições de vida da população que enfrenta as consequências da seca.

“Não podemos entender e muito menos aceitar que um órgão com tantas obras e serviços prestados ao Brasil tenha sido negligenciado ao ponto que chegamos. O sucateamento de suas estruturas e o descaso com seu maior patrimônio, o competente e qualificado quadro de pessoal”, ressaltou o parlamentar.

João Ananias cobrou agilidade na operacionalização da proposta de reestruturação do DNOCS. “Não dá para entender a lentidão na reestruturação do único órgão público que há mais de um século participa com conhecimento e ação dos agravos das secas na região nordestina”, observou.

Discurso na íntegra - O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) completou ontem, dia 21 de outubro, 104 anos de sua fundação. Criado com o nome de Inspetoria de Obras Contra as Secas- IOCS, em 21 de outubro de 1909, pelo então Presidente Nilo Peçanha, até 1959 foi praticamente a única agência governamental federal responsável pelas obras de engenharia na região.
Até a criação da SUDENE foi o responsável único pelo socorro às populações atingidas pelas secas que acometem o Nordeste do Brasil. Foram construídos açudes, estradas, pontes, portos, ferrovias, hospitais e campos de pouso, implantou redes de energia elétrica e telegráficas e usinas hidrelétricas.
Foi considerado a maior "empreiteira" da América Latina, pelas obras construídas por administração direta do DNOCS. Citamos, como exemplo, os grandes açudes, como Orós, Banabuiú, Araras, a rodovia Fortaleza-Brasília e o início da construção da barragem de Boa Esperança, dentre inúmeras outras obras sob a responsabilidade do DNOCS.

A rica história do DNOCS é um atestado inatacável de compromissos e determinação em produzir resultados voltados para a melhoria das condições de vida de um povo submetido às secas cíclicas, que provocaram e ainda provocam tantas privações e sofrimentos.

Só quem vive nas áreas acometidas por secas sabe com profundidade as consequências danosas das mesmas, não apenas para nossa gente, mas para a economia de um modo geral. Não podemos entender e muito menos aceitar que um órgão com esse cartel de obras e serviços prestados ao Brasil, tenha sido negligenciado ao ponto que chegamos. O sucateamento de suas estruturas e o descaso com seu maior patrimônio, o competente e qualificado quadro de pessoal.

Participei de várias reuniões, seminários e encontros promovidos pelos servidores, com o intuito de por em prática a proposta de reestruturação do DNOCS. Aproveito a data do seu aniversário de 104 anos para, mais uma vez, levantar minha voz e cobrar agilidade na operacionalização dessa proposta que se arrasta inexplicavelmente a passos lentos. Estamos vivenciando há dois anos mais um ciclo de secas, com um preço muito alto sendo pago pelo nosso sofrido povo. Não dá para entender a lentidão na reestruturação do único órgão público que há mais de um século participa com conhecimento e ação dos agravos das secas na região nordestina.

Encerro minha fala parabenizando as trabalhadoras e trabalhadores do DNOCS pela garra, o compromisso e a gana com que o defendem, como se fosse suas próprias casas, por conhecerem imensamente o papel e a importância dele na vida do povo nordestino e brasileiro.
Era só Sr. Presidente.
Fonte: Assessoria do deputado federal João Ananias (PCdoB-CE)

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Morada Nova: Prisão de assaltantes dos correios de banabuiú

Hoje, 21/10/2013, segunda, por volta das 16h00min, entre as localidades de Poço da Pedra e Roldão, os indivíduos Francisco Marcio Lima Peixoto e Delano Lemos Lima, que estavam conduzindo uma Moto CG Titan, cor cinza, OCN 1118, foram abordados pela equipe da CP 1521, Sgt J Lima, Sgt França, Sd Douglas, que verificaram que se tratavam dos indivíduos que realizaram o roubo aos Correios do Município de Banabuiú-CE; com os mesmos foram encontrados com os indivíduos três aparelhos celulares, um revolver cal. 38 de numeração 1608501 com seis cartuchos intactas e a quantia de R$ 3.270,00, (três mil duzentos e setenta reais) sendo uma cédula de 100, 48 cédulas de 50, 11 cédulas de 20, 49 cédulas de 10, 6 cédulas de cinco e 65 cédulas de dois; os indivíduos confessaram que haviam realizado o assalto e foram conduzidos para a DPC de Morada Nova e de lá para a DPC de Banabuiu para que fossem autuado em flagrante pela autoridade competente.
Com informações do relatório de ocorrências do Copom do 9º BPM/CPI-Sul do dia 21/10/2013 (Segunda-Feira), Turno “A” (Das 07H00 as 19H00).

Roubo a agência dos correios em Banabuiú

http://www.meionorte.com/imagens/2011/11/14/NOT-pm-do-ceara-abre-concurso-publico-com-1-000-vagas1321271499.jpgHoje dia 21/10/2013, por volta das 14h20min, na Juscelino Kubitschek, S/N, Bairro Centro, Banabuiú-CE, a Agência dos Correios, foi tomada de assalto por dois indivíduos, sendo que um adentrou a agência armado a arma de fogo (revolver) sob grave ameaça subtraiu uma quantia não informada pelo gerente, segundo o atendente comercial Renan Soares Diniz, que registrou um Boletim de ocorrência o assaltante ficou na fila até chegar sua vez no atendimento ao chegar no caixa anunciou o assalto levando a quantia que tinha na gaveta do atendente, o compassa aguardava em uma Moto BROS placa do município do ICÓ-CE, com a numeração final (06), os meliantes fugiram em direção ao Distrito de Laranjeira, o policiamento daquela urbe ao tomar conhecimento iniciaram a perseguição CP 1482 composta por Sgt PM Antonio Margongel Silva de  Almeida, Cb PM Francisco Ribeiro Neto, SD PM Roquelando Aires de Melo e Sd PM Felipe Rodrigues Batalha, diligenciaram no sertão no intuito de prender os acusados, mas até o presente instante sem êxito. 
Com informações do relatório de ocorrências do Copom do 9º BPM/CPI-Sul do dia 21/10/2013 (Segunda-Feira), Turno “A” (Das 07H00 as 19H00)

domingo, 20 de outubro de 2013

Roubo de moto na região de Muriá em Banabuiu

Ontem, sábado, dia 19/10/2013, por volta das 18h30min, na localidade de Maloquinha, Distrito de Muriá, Banabuiú-CE, o Sr. José Avelino Rodrigues da Silva, 67 anos, natural de Banabuiú-CE, casado, agricultor, residente na localidade citada acima, foi vitima de roubo aonde dois indivíduos, um armado a revolver e encapuzado e o outro com capacete na cabeça agrediram a vitima a soco a pontapé e sob grave ameaça subtraíram uma Moto  Honda CG 150 FAN cor vermelha placa OCR 8470, inscrição de Banabuiú-CE, em seguida tomaram rumo ignorado, o policiamento daquela urbe CP 1482 composta por CB PM Fco Claudemir Agrião Viana, Cb PM Fco Antônio Nunes da Silva e Sd PM Allyson Braga Ferreira, foram ao local diligenciaram no intuito de prender os acusados, mas até o presente instante sem êxito.  
Conforme relatório de ocorrências do Copom do 9º BPM/CPI-Sul do dia 19/10/2013 (Sábado), Turno “B” (Das 19h00 as 07h00).

sábado, 19 de outubro de 2013

Plano Brasil Sem Miséria lançado em Banabuiú

Um dos projetos mais importante que o agropolos executa atualmente é o plano Brasil Sem Miséria do Governo Federal nas ações do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma através do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Nós do Agropolos estamos trabalhando em todo o Estado do Ceará com 13 mil famílias, são 5.200 famílias no vale do Curu e Aracatiaçú na zona norte do estado, ou seja, naquela região de Itapipoca, são 4.200 famílias nos sertões de Crateús e nos Inhamuns, e são 3.700 famílias aqui no sertão central, aonde dessas 3.600 famílias, 200 famílias são aqui do município de Banabuiú informou o Presidente do Instituto Agropolos do Sertão Central Leonildo Peixoto no lançamento do programa nesta cidade.

A reunião aconteceu na cidade de Banabuiú na última quinta-feira (17). São 440 vagas de projetos para o município de Banabuiú, onde 200 vagas através do Instituto Agropolos para o Brasil Sem Miséria estão para serem analisadas pelo MDA e, através da Ematerce 240 vagas que começará a ser feitos as inscrições a partir de segunda-feira, dia 21de outubro, para ser enviado ao Ministério do Desenvolvimento Agrário. Ouça a sonora.

Vazão de água em Banabuiu

http://2.bp.blogspot.com/-w2rZ_g3iCCY/UcY4jlu_sJI/AAAAAAAAABc/Oa_x3wdff7Q/s170/Fotos%2BBanabuiu%2B2.jpgA Cogerh é responsável pela perinação do rio. Segundo os moradores a vazão da água liberada não tem sido suficiente. O volume combinado previamente com a cogerh não estaria sendo cumprido. O agricultor Silvio Oliveira disse “ficou acordado que seria soltado 450 litros d’água por segundo para abastecer, perenizar o rio Banabuiú, só que agente como julho e agosto o pessoal não tava utilizando, que ainda tava dando uma chuva, alguma coisa assim, ficou acordado que ia soltando um pouco de acordo com a necessidade, a comunidade ia pedindo a água pra eles aumentarem a vazão. Só que há 15 dias atrás agente reclamou na Cogerh e eles falaram que tava soltando 230 litros/segundos. Agente foi lá, reclamou que agente tava ficando pouca” afirmou Silvio.

Segundo Gilson Pereira técnico do escritório da Cogerh de Quixeramobim realmente a vazão esta a baixa da necessária. O problema foi detectado durante vistoria recente. Os técnicos repassaram informações ao DNOCS responsável pelo açude para si a liberação seja ajustada. “agente fez aferição e foi aumentada, certo, essa vazão para 600 litros/s, que vai dar para poder atender a demanda existente em todo o período”. Enquanto sua situação não é normalizada, os moradores do Coque tentam aumentar a oferta de água por conta própria cavando pequenos reservatórios próximos ao rio “pessoa ta fazendo das tripas coração, você ta vendo ai um com pá e enchada que poderia os órgãos públicos, prefeitura, infraestrutura, sei lá o que, poderia fornecer uma máquina pra poder cavar isso aqui, que isso ai é uma coisa de estrema necessidade, é coisa de calamidade pública”.

E o problema no abastecimento não é o único, os moradores do Coque também reivindicam a revitalização do antigo posto de saúde que esta desativada e sucateado. O atendimento esta acontecendo em uma casa alugada “Você vê a situação ai como é que ta, não tem água encanada, não tem a mínima estrutura de funcionar, entenda, e aqui foi construído em 1986 e daí pra cá nunca foi feito uma reforma” disse o vigia Valfrido da Silva.

Segundo a Secretaria de Saúde de Quixeramobim já existe um projeto para a construção ou reforma do posto da localidade “esta esperando o Ministério da Saúde liberar uma construção ou uma reforma, certo, então primeiro que abrir, assim que o Ministério da Saúde liberar que é o REQUALIFICABR, que é o Programa do Ministério da Saúde, a qualquer momento agente está aderindo” informou Ana Amélia Secretária de Saúde de Quixeramobim

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Funasa realiza vistoria em projeto de abastecimento de água em Banabuiú

A cidade de Banabuiú recebeu nesta semana a visita da equipe da Funasa, para uma vistoria técnica do Projeto de Abastecimento de Água. A obra de quase R$ 15 milhões faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
Durante a visita surgiu novas alternativas para o percurso das obras que diminuirá os custos. Assim, o projeto passa a ser unificado, partindo direto do açude Arrojado Lisboa (terceiro maior do Ceará) em Banabuiú.
Mais informações com o correspondente deste Site e do Jornal Alerta Geral, Herley Nunes.
Ouça o áudio completo no player abaixo. 

Balanço do pac2 Obras de impacto no CE por iniciar ou em execução

No quesito transportes, o balanço do PAC 2 destaca a execução de trechos rodoviários como a BR 020
A conclusão de obras nas áreas de infraestrutura de transporte e energia mais uma vez é apontada como destaque na condução do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) no Ceará, segundo seu 8º balanço, divulgado ontem, pelo Ministério do Planejamento. Na outra ponta, também parte da iniciativa do governo federal, o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, considerando as obras de urbanização e assentamentos precários, tem todos os projetos inscritos ainda em fase de execução, com o Ministério classificando ações significativas nessa área, como a Bacia do Maranguapinho (Fortaleza e Maracanaú) e o Vila do Mar (Fortaleza), em status de "atenção e preocupante", respectivamente.

Ações significativas estão classificadas com status de "atenção e preocupante". Um exemplo são as obras do Vila do Mar, com 62% da execução. A intervenção está impactada pela paralisação da urbanização Foto: Waleska Santiago.

Embora sem determinar um índice geral de conclusão para o conjunto de projetos inscritos no PAC 2, o relatório limita-se a destacar o término de empreendimentos como da dragagem do Porto de Fortaleza, as usinas eólicas de Quixaba, Dunas de Paracuru e Icaraí, a Térmica Pecém I, a modernização da Linha Oeste do Metrô de Fortaleza (Metrofor) e a Linha Sul (em operação assistida), o trecho IV do Eixão das Águas e o trecho da Transnordestina que liga o município de Salgueiro, em Pernambuco, a Missão Velha, no Ceará.

Obras, em boa parte concluídas há quase um ano, sem dar, no entanto, detalhamento maior a outros projetos importantes para o Estado, como a Refinaria Premium II, da Petrobras, ainda classificada como em estágio de ação preparatória, conforme o governo federal.

Rodovias e ferrovias - No quesito transportes, o balanço do PAC 2 traz como destaque a execução de trechos rodoviários como a BR 020, contornando Fortaleza, a adequação da BR 304 e ainda da BR 222, entre Sobral e o Porto do Pecém, esta com 71% dos trabalhos realizados. Já os acessos ao mesmo porto via BR 222 e CE 135 ainda encontram-se em estágio de ação preparatória, assim como o acesso ao Porto de Fortaleza por meio da BR 020 e a adequação da BR 116.

Na categoria ferrovias, além da conclusão do trecho Salgueiro (PE) e Missão velha (CE), o Ministério do Planejamento dá destaque para a execução do trecho Missão Velha ao Porto do Pecém. Dos 527 quilômetros previstos, 50 quilômetros estão em obras e a expectativa é de que até 30 de setembro de 2016 esteja concluído.

Portos - Ao lado da finalização da dragagem do Porto de Fortaleza, o balanço do PAC 2, apresentado ontem, aponta para a realização de 72% da obra do terminal de passageiros do referido porto.

Energia - Nessa área, que ao lado de transportes é a que mais se destaca no oitavo balanço do programa federal em termos de obras concluídas, o ministério dá destaque ainda para 20 projetos de parques eólicos que estão em execução e para mais 14 que foram licitados, contando ainda com o andamento da Térmica Pecém II. No quesito transmissão de energia, são enfatizadas grandes interligações como Presidente Dutra (PI) a Sobral (CE), em processo licitatório, e para a execução das linhas de transmissão Sobral II e Acaraú II, assim como para a linha que liga Russas a Banabuiú, também em fase de licitação.

Petróleo e gás - Considerando a produção de petróleo, o balanço do PAC 2 destaca a operação da fase 2 da Bacia Ceará e Rio Grande do Norte, assim como a descoberta de petróleo no pós-sal na Bacia do Ceará- Pecém. Outra obra em execução no Estado por meio do PAC 2 é o Gasfor, com 83 quilômetros de extensão previstos, contando com 71% já realizados.

Minha Casa, Minha Vida - No que tange ao programa habitacional do governo federal, o Ministério, enfatiza as obras de urbanização e assentamentos precários. Entre projetos inscritos em 2009 e 2011 a 2014, já foram contratados mais de R$ 560 milhões. Para o primeiro período, o nível de execução é de 96%, com apenas 11% naqueles contemplados no segundo.

Ações significativas como a Bacia do Maranguapinho e o Vila do Mar estão classificadas, respectivamente, com o status de atenção e preocupante.

A primeira está com apenas 27% realizados. De 2011 a 2014 R$ 500 milhões devem ser aplicados. Já a segunda com 62% da execução, está impactada pela paralisação das obras de urbanização. Ambas têm prazo de conclusão previsto para 31 de dezembro de 2014.
Por Anchieta Dantas Jr - Repórter. Esta matéria caderno Negócio do Diário do Nordeste.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Plano Brasil Sem Miséria chega aos municípios de Banabuiú e Choró

O presidente do Instituto Agropolos, Leonildo Peixoto, apresentou nesta quinta-feira(17), as ações do Plano Brasil Sem Miséria nos municípios de Banabuiú e Choró.
“Entre os objetivos do PBSM está à elevação da renda mensal per capita das famílias extremamente pobres, aumentar o acesso às oportunidades de ocupação e renda através de ações de inclusão produtiva no meio rural.”, destaca Leonildo Peixoto, Presidente do Instituto Agropolos.
"Cerca de 200 famílias serão atendidas no município de Banabuiú e 300 familías em Choró, com serviços de assistência técnica e extensão rural e acompanhadas pelos técnicos do Instituto Agropolos em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário do Governo Federal.", ressalta Leonildo.
O Instituto Agropolos do Ceará atua no Ceará em três lotes que abrangem 48 municípios, sendo 18 na região dos Inhamuns e Sertões de Crateús, onde serão beneficiadas 4.200 famílias, 18 municípios nos Vales do Curu e Aracatiaçu, atendendo a 5.200 famílias, e 12 no Sertão Central, onde serão atendidas 3.600 famílias.
Participaram das atividades, gestores municipais, lideranças sindicais, representantes dos movimentos sociais organizados e instituições parceiras.
BM - Assessoria de Comunicação Social do Instituto Agropolos do Ceará.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Alimentação saudável é tema de atividades nas escolas públicas estaduais

Alimentacao Banner
Produtos adequados para a merenda escolar e receitas interessantes estão entre os assuntos que as escolas estaduais da Capital e do Interior debatem até o próximo dia 18, com seus alunos e profissionais. A atividade foi sugerida pela Secretaria da Educação (Seduc), por meio do Programa Estadual de Alimentação Escolar. A medida acontece anualmente, a partir da definição da temática por parte da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) para o Dia Mundial da Alimentação, comemorado nesta quarta-feira (16). Em 2013, o tema é Sistemas Alimentares Saudáveis. Nesta quarta-feira, na Praça do Ferreira, durante o evento Dia D, promovido pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), a Escola de Ensino Fundamental e Médio Integrada 02 de Maio apresentará dois temas na área de segurança alimentar: Horta Escolar e Consumismo Infantil na Contramão da Segurança Alimentar. A equipe do programa estará presente e acompanhará a participação dos estudantes.

As Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes) e Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor) trabalham com autonomia para implementar ações sobre o assunto. A Crede 12, responsável pelos municípios de Banabuiú, Boa Viagem, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Madalena, Quixadá e Quixeramobim, propõe, entre outras atividades, a realização de uma oficina sobre a produção de um dos cardápios da merenda escolar, em parceria com a merendeira da escola, alertando para os cuidados e a higiene que se deve ter e uma roda de conversa com agricultores e professores da Área de Ciências Humanas, sobre o processo de produção de alimentos, dificuldades e cenário atual. A Sefor orientou que as escolas desenvolvessem a temática por meio de projetos, com o foco na importância de alimentos que façam bem à saúde.

Alimentação Escolar - O objetivo do Programa Estadual de Alimentação Escolar é contribuir para a construção da segurança alimentar e nutricional nas escolas estaduais cearenses, promovendo a adoção de práticas alimentares saudáveis nesses espaços. A Seduc adotou o modelo de gestão escolarizada, seguindo diretrizes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE)/MEC. Dessa forma, cada escola é responsável pela aquisição da alimentação que será servida aos estudantes. Os produtos são adquiridos por meio de processo licitatório, de acordo com a legislação.

Conforme Evilauba Gonçalves, coordenadora do Programa, essa forma de gestão fortalece a autonomia escolar, bem como democratiza a participação da comunidade, representada pelos organismos colegiados, possibilitando o controle social dos recursos aplicados. " O recurso total de cada município, estado ou do Distrito Federal é calculado com base no censo escolar do ano anterior, realizado pelo Ministério da Educação, também responsável pelo aporte financeiro para a alimentação escolar".
Assessoria de Imprensa da Seduc - Jacqueline Cavalcante ( jacquelinec@seduc.ce.gov.br / 85 3101.3972).

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Em um ano: Dobra número de açudes com volume inferior a 30%

Em outubro de 2012, eram 43 reservatórios com nível abaixo de 30% da capacidade. Dados atuais da Cogerh e do Dnocs mostram que 88 açudes estão nessa situação. Açudes muito críticos também tiveram salto em 2013.
Por Thaís Brito cotidiano@opovo.com.br
A reserva de água dos açudes cearenses vem minguando. Em outubro do ano passado, 43 reservatórios estavam com volume inferior a 30% da capacidade de armazenamento. Um ano depois, o número mais que dobrou. Até ontem, eram 88 açudes nessa situação.

Hoje, o nível dos 144 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) atinge 36,1% da capacidade. Em outubro de 2012, apenas cinco açudes tinham volume inferior a 9%. A situação é considerada “muito crítica” pela Cogerh.

No mesmo período deste ano, o número de açudes com nível “muito crítico” subiu para 33. Salão e Souza, ambos em Canindé, por exemplo, têm apenas 2,6% e 0,2% das águas, respectivamente. O volume do São José II, em Piquet Carneiro, caiu de 50,2% para 2,8% do ano passado para cá.

Bacias - A bacia hidrográfica Sertões de Crateús saiu do estado de alerta (entre 30% e 50% da capacidade) e passou para situação “muito crítica”: atualmente está com 5,7% do que pode armazenar. Cinco bacias estão em situação “crítica”, com níveis entre 10% e 30% do total: Salgado, Banabuiú, Baixo Jaguaribe, Curu e Litoral. As bacias Metropolitana, Acaraú, Coreaú e Médio Jaguaribe estão em estado de alerta. A da Serra de Ibiapaba é a única considerada “confortável”, com 50,7%. Em outubro de 2012, nenhuma bacia estava em situação crítica.

De janeiro até outubro deste ano, o Ceará teve decréscimo de 7% na água armazenada pelos açudes monitorados. Isso significa uma perda de aproximadamente 475 bilhões de litros. As perdas, explica a Cogerh, se devem ao consumo humano e industrial, ao uso para irrigação e, principalmente, aos processos de evaporação e evapotranspiração, responsáveis por cerca de 30% da água que volta para a atmosfera. Outro fator é o baixo volume de chuvas nos últimos dois anos.

O quê

ENTENDA A NOTÍCIA - Atualmente, o nível dos 144 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) atinge 36,1% da capacidade. Em outubro de 2012, apenas cinco açudes tinham volume inferior a 9%.

Saiba mais

Municípios atendidos por carro-pipa - A demanda por carros-pipa no Interior tem aumentado, segundo o secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Nelson Martins. Atualmente, o Exército atende 106 municípios. Outras 36 cidades são assistidas pela Defesa Civil do Estado.

Pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário, as licitações para perfurar 395 poços foram concluídas na semana passada. As empresas, segundo Nelson Martins, já estão iniciando os trabalhos em municípios escolhidos pelos comitês do programa Água para Todos.

O secretário diz também que a Defesa Civil elabora edital para licitar a recuperação de 1.800 poços no Estado.

Multimídia - A situação dos açudes no Ceará é o Tema do Dia na cobertura de hoje dos veículos do Grupo de Comunicação O POVO. Confira:

Para escutar: Na rádio O POVO/CBN (FM 95,5), o tema será discutido no programa Grande Jornal, às 9 horas, e/ou no programa Revista O POVO/CBN, às 15 horas.

Para ver: A TV O POVO trará uma matéria sobre o tema no O POVO Notícias, às 19h. Assista à programação pelo canal 48 (UHF e TV Show) e 23 (Multiplay).

Para ler e opinar: acompanhe a repercussão entre os internautas na página do O POVO Online no facebook (www.facebook.com/ OPOVOOnline ) e no portal O POVO Online (www.opovo.com.br).

domingo, 13 de outubro de 2013

MISSA das CRIANÇAS: Comemoração especial no 12 de outubro em Banabuiú

MI Banabuiú > Além de muita brincadeira e presentes, as crianças de Banabuiú ganharam um presente especial dedicado a elas. A Paróquia de Banabuiú inseriu na programação festiva do 12 de outubro, dedicado aos pequenos, e também a padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, uma missa especial. A celebração, iniciada às 8 horas, ficou por conta do pároco Francisco Otaviano.
Após a missa, na área externa da igreja, foi realizada a festa das crianças. A primeira-dama do município, Vânia Sales, articulou junto a igreja a montagem de brinquedos infláveis para garantir atividades de diversão gratuitas para as crianças. Na programação, teve ainda, carreata, marcada para as 17 horas, saindo da Libra, localizada na Rodovia Padre Cícero até a igreja matriz.
Do Blog Diário Sertão Central do Diário do Nordeste.

sábado, 12 de outubro de 2013

SAÚDE PÚBLICA Sertão Central aguarda atendimento do Samu


O serviço de urgência está sendo ampliado em todo o Estado, mas muitas cidades ainda não têm cobertura.

Quixadá. As estatísticas de acidentes, principalmente envolvendo motociclistas, nas duas maiores cidade do Centro do Estado, Quixadá e Quixeramobim, não chegam a ser tão alarmantes como as da Capital cearense, onde morre um condutor a cada três dias. Mas quem utiliza a motocicleta como transporte e procura trafegar corretamente pelas ruas dessas duas cidades está preocupado, principalmente com a falta de socorro de urgência. O serviço é considerado precário, por esse motivo cobram dos administradores públicos solução para o problema.

Acidentes registrados nas ruas de Quixadá ainda não contam com um adequado socorro, como o apoio de ambulâncias e equipes de paramédicos. Especialmente os ciclistas e motociclistas esperam com expectativa Foto: Alex Pimentel.

No último acidente envolvendo motocicleta, registrado na área urbana de Quixadá, não havia ambulância para socorrer o ciclista colhido pela moto. Conforme relatório emitido pelo Centro de Operações Policiais Militares (Copom), do 9º Batalhão Policial Militar (BPM), uma equipe da Força Tática de Apoio (FTA) foi quem transportou a vítima até o Hospital Municipal. Houve necessidade de apanhar uma maca e uma enfermeira. O ciclista foi transportado numa Saveiro porque não havia ambulância pública.

A secretária de Saúde de Quixadá, Aída Magalhães, reconhece a carência de unidades móveis de socorro no município. Atualmente, existem apenas duas ambulâncias disponíveis. A unidade móvel de UTI está na oficina. Todavia, ela justificou já estarem sendo adotadas providências resolver o problema.

As licitações para aquisição das peças da ambulância de UTI e uma viatura de socorro estão sendo elaboradas. Restam apenas tramitações administrativas. Ela ainda esclareceu ter assumido a pasta no início de agosto. Portanto, há pouco mais de dois meses. Todos os processos, inclusive para compras de equipamentos e medicamentos, foram anulados.

Segundo a secretária municipal de Saúde, situação similar está passando a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), pois o novo secretário, Ciro Gomes, acaba de assumir o cargo. Em razão da mudança na secretaria estadual, o exame de seleção das equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, previsto para o dia 6 de outubro, foi adiado. Mesmo assim, Ciro Gomes agilizará a implantação do serviço de emergência na região. Com a implantação do Samu em Quixadá, o município contará com mais duas ambulâncias, um delas básica e a outra, avançada.

Novas áreas A coordenadora da 8ª Célula Regional de Saúde (Ceres) sediada no município de Quixadá, Benedita Oliveira, confirma a informação da secretária municipal. Todavia, de acordo com a titular da 8ª Ceres, além de Quixadá, o serviço do Samu deverá atender também os municípios de Banabuiú, Choró, Ibaretama e Ibicuitinga, formando uma central de atendimento regional.

Já no outro polo da região, Quixeramobim, além do serviço, está confirmada uma unidade móvel básica. "Mas a administração municipal esta trabalhando junto ao Governo do Estado para receber também um veículo com equipamentos de UTI", completou.

Na avaliação do presidente da Autarquia Municipal de Trânsito de Quixeramobim (ATMQ), Tarcísio da Silva, a situação dos acidentes sobre duas rodas ainda não é tão alarmante na sua cidade. Sobre o serviço de socorro, informou ser prestado na cidade pela Secretaria de Saúde do Município. Ele não soube informar mais detalhes, não competem a sua área, de fiscalização de trânsito. Mas conforme servidores mais antigos o Corpo de Bombeiros também costuma prestar a assistência socorrista, embora a ambulância da corporação enfrente problemas de pane com frequência. O cabo PM bombeiro, Fernando Paulo, confirmou as dificuldades de manutenção, mas atualmente a ambulância está funcionando.

Ampliação - Conforme o coordenador de Urgência e Emergência da Secretaria de Saúde do Ceará, médico Alex Mont´Alverne, o serviço do Samu está sendo ampliado em todo o Estado. O número de municípios contemplados passará de 41 para 72. O objetivo e instalar o serviço com pelo menos uma ambulância básica nos municípios com 50 mil habitantes ou mais. As próximas regiões contempladas serão o Sertão Central e o Vale de Jaguaribe. Até o fim do ano, segundo informou, o Cariri ou a região de Sobral, serão incluídos na rede do Serviço de Urgência.

Mais informações: Secretaria de Saúde do Ceará, Av. Almirante Barroso, 600 Fortaleza, Telefone: ( 85) 3101.5123 http://www.saude.ce.gov.br 
Caderno Regional do DN.

ENERGIA ELÉTRICA Ceará tem dois lotes no leilão de transmissão


Anunciado pouco mais de um mês após o último apagão, certame traz seis projetos a serem leiloados no Estado.

Pouco mais de um mês depois do último apagão que afetou toda a região Nordeste, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem um novo leilão de transmissão de energia, no qual Ceará é contemplado em dois lotes. Ao todo, serão três linhas de transmissão, três subestações e uma ICG (centrais de conexão responsáveis pela ligação dos parques eólicos ao sistema interligado), os quais devem ser leiloados em 14 de novembro deste ano.

Entre os projetos listados no leilão, está uma estrutura para viabilizar a distribuição da energia eólica gerada no Ceará Foto: divulgação

O foco do novo leilão entra, pelo menos no Ceará, para atender uma das demandas mais recorrentes: a de falta de linhas de transmissão que façam a interligação entre subestações, parques eólicos, térmicas e também empreendimentos industriais.

No entanto, a carência na região não fez o governo aumentar o número de projetos entre os estados nordestinos. Apenas o Maranhão, além do Ceará, também foi contemplado nos lotes 17 lotes anunciados pela Aneel.

Lotes: obras e datas - O primeiro lote que contempla o Ceará, o E, trouxe quatro obras, as quais têm previsão de serem concluídas em até 36 meses. A linha de transmissão (LT) de 110 km entre Russas - Banabuiú, a qual conta com capacidade de 230 kV (quilo Volt); A subestação (SE) de Maracanaú, de 230/69 kV; a LT de Ibiapina, de 500 kV; e a SE de Ibiapina II, de 500/230 kV.

Já o segundo lote com obras dentro do Estado é o O. Nele, três projetos devem ser concluídos em até 22 meses.

Fazem parte deste novo grupo a LT de Russas - SE coletora Aracati III, de 230 kV; a SE coletora Aracati III, de 230/138 kV; e a ICG Aracati III, que visa viabilizar a saída de energia dos parques eólicos.

Receita dos ganhadores - De acordo com a Aneel, "o concessionário vencedor terá direito ao recebimento da Receita Anual Permitida (RAP) pela prestação do serviço, a ser recebida a partir da operação comercial". A tal RAP "é a receita anual que a transmissora terá direito pela prestação do serviço público de transmissão aos usuários, a partir da entrada em operação comercial das instalações".

O Cálculo dela depende do valor obtido pela agência no leilão, "com atualização anual pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e revisão a cada cinco anos, nos termos do contrato de concessão".

Estimativa de R$ 5 bilhões - Além do Ceará e do Maranhão, a Aneel incluiu no leilão 07/2013 de transmissão de energia projetos para os estados Acre, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e São Paulo.

De acordo com o divulgado ontem na imprensa pelo diretor Edvaldo Santana, a estimativa do governo é que os investimentos dos vencedores do leilão deva girar em torno de R$ 5 bilhões ao término do certame para os 17 lotes anunciados. Caderno Negócio do DN.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Policlínica Regional em Quixadá será inaugurada em novembro

banner rateio quixadá
O governador Cid Gomes e o secretário da Saúde, Ciro Gomes, se reuniram nesta terça-feira (08) com 10 prefeitos da microrregião de Quixadá para definir a gestão partilhada da Policlínica Regional que atenderá a população local. A unidade será inaugurada no início de novembro e terá capacidade de realizar mais de quatro mil consultas e mais de seis mil exames por mês.

"A Policlínica de Quixadá, além de contar com profissionais especializados, evitará que a população da região tenha que se deslocar até Fortaleza para realizar exames específicos", afirmou o governador Cid Gomes. "É um equipamento que agrega qualidade à rede de saúde pública que vem sendo montada no Ceará, com interiorização de todos os serviços e que vem se tornando referência para o país", completou Ciro Gomes.

A gestão e o custeio da unidade serão partilhados entre o Governo do Estado e as prefeituras municipais que compõem a microrregião. De acordo com os gestores municipais, a Policlínica mais perto da população fará com que mais pessoas busquem atendimento especializado e fortaleçam o sistema de saúde.

O Governo do Estado quer, com a Policlínica, ampliar o acesso aos especialistas e a exames na própria região onde as pessoas moram, evitando transferências para a capital. Na Policlínica Regional em Quixadá, a população dos 10 municípios que integram a 8º Região de Saúde - Quixadá, Quixeramobim, Ibaretama, Ibicuitinga, Pedra Branca, Solonópole,  Banabuiú, Choró, Milhã e Senador Pompeu - terá acesso a exames complexos perto de casa que até agora, na rede pública, eram realizados somente em hospitais da capital. É o caso da tomografia computadorizada. Com a inauguração da Policlínica, a tomografia será realizada gratuitamente na própria região. Em relação aos especialistas a população passará a ser atendida em 13 especialidades médicas: neurologia, endocrinologia, angiologia, clínica médica, cirurgia, gineco-obstetrícia, traumato-ortopedia, cardiologia, gastroenterologia, mastologia, otorrinolaringologia, oftalmologia e urologia.

Na Policlínica Regional em Quixadá foram investidos R$12.120.762,98, recursos do Tesouro do Estado e de financiamento com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).  No interior do Estado há 10 policlínicas regionais construídas pelo Governo do Estado em pleno funcionamento em Acaraú, Camocim, Baturité, Tauá, Aracati, Pacajus, Brejo Santo, Itapipoca, Sobral e Campos Sales. Há outras nove em fase final de construção. No total, são 22 policlínicas que fazem parte da nova rede de assistência à saúde em construção pelo governo do Estado.

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira - 85 3101.5220 / 3101.5221
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara