sexta-feira, 21 de junho de 2013

3.240 novas vagas para capacitação de jovens do Interior

Primeiro Passo
Nesta sexta-feira (14) o Secretário do Trabalho, Evandro Leitão, se reúne com representantes de 58 prefeituras e 73 associações, para juntos, celebrarem convênio para capacitação de mais 3.240 jovens do Interior do Estado. Ao todo, serão formadas 162 turmas para cursos de iniciação profissional, pelo projeto Primeiro Passo. Além da capacitação com duração de quatro meses, os jovens, na faixa etária de 16 a 23 anos, receberão bolsa capacitação no valor de R$ 100,00, material didático, fardamento, certificado e lanche.

Entre os cursos mais procurados estão: assistente administrativo, hardware, agente operacional na área do turismo, informática avançada, mecânica de motos, agente operacional na área de vendas, serigrafia artesanal, auxiliar administrativo, costureiro, cabeleireiro, eletricista predial, dentre outros. Os interessados devem procurar as prefeituras municipais, onde serão feitas as inscrições.

A ação é parte das atribuições do Projeto Primeiro Passo, da STDS, que, além de promover a capacitação profissional, facilita a inserção dos jovens no mercado de trabalho, abrindo às portas das empresas e gerando oportunidades de uma vida digna e fora das ruas. Por meio do Primeiro Passo, a STDS fechou 2012, com 48 mil jovens capacitados, em várias frentes. A meta para 2013 é capacitar mais 10 mil jovens.

Formação Cidadã - Nesta terça-feira, 11, a STDS entregou ao mercado de trabalho mais 1.059 jovens capacitados em diversas áreas dos setores da indústria, comércio e serviço, pelo projeto Primeiro Passo. A solenidade, ocorrida na Assembleia Legislativa do Ceará, contou com a participação do titular da pasta, Evandro Leitão, e de todos os alunos capacitados pelo projeto, que a partir de agora, estarão aptos, a ingressar no mercado formal de trabalho, como profissionais.

Qualificação Cidadã - O projeto Primeiro Passo atua em três frentes. Na linha Bolsista, o jovem recebe bolsa-capacitação garantida pelo Governo do Estado e é treinado durante quatro meses nas unidades do Programa. Na segunda linha de atuação, Aprendiz, o estudante é ocupado com aulas regulares, cursos profissionalizantes e um período de estágio durante um ano. Já na linha Estagiário, os adolescentes participam de estágio durante o período de um ano em empresas públicas e privadas conveniadas com a STDS.

Os jovens interessados em participar do Projeto precisam estudar em escola pública, ter renda familiar per capita de até um quarto do salário mínimo, apresentar documentação devida (RG, CPF, CTPS, comprovante de endereço e de residência). O jovem é selecionado por equipe de pedagogos e psicólogos, que analisam o perfil do adolescente, encaminhando-o devidamente a uma das empresas parceiras.

Municípios participantes - Acarape, Acaraú, Acopiara, Amontada, Antonina do Norte, Apuiarés, Aquiraz, Aracati, Aracoiaba, Aratuba, Araripe, Baixio, Banabuiú, Barreira, Barro, Baturité, Beberibe, Boa Viagem, Campos Sales, Canindé, Capistrano, Caridade, Cariús, Carnaubal, Cascavel, Caucaia, Choró, Chorozinho, Crato, Cruz, Eusébio, Farias Brito, Fortim, General Sampaio, Groaíras, Guaiúba, Guaraciaba do Norte, Icapuí, Icó, Iguatu, Itaiçaba, Itaitinga, Itapajé, Itapipoca, Itapiúna, Itarema, Itatira, Jaguaribara, Jaguaruana, Jaguaribe, Jardim, Juazeiro do Norte, Jucás, Madalena, Maracanaú, Maranguape, Marco, Massapê, Meruoca, Miraíma, Missão Velha, Moraújo, Morrinhos, Morada Nova, Mucambo, Pacajus, Pacoti, Palmácia, Paraipaba, Pindoretama, Potiretama, Quixadá, Quixelô, Quixeramobim, Redenção, Salitre, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, São João do Jaguaribe, São Luís do Curu, Senador Pompeu, Solonópole, Tabuleiro do Norte, Tejuçuoca, Tianguá, Trairi, Ubajara, Umirim, Uruoca, Uruburetama, Varjota e Viçosa do Ceará.

Data: 14 de Junho (Sexta-Feira) - Horário: 10 horas
Local: Auditório da STDS – Rua Soriano Albuquerque, 230 – Joaquim Távora

Mais informações: 3101.1647 | 3101.1553 - Assessoria de Comunicação da STDS - Carlos Eugênio Saraiva ( imprensa@stds.ce.gov.br /  8878.8510 - 3101.2089 / 2099)

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Vital confirma ações do Dnocs na PB

Vital confirma ações do Dnocs na PB
 O Senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) confirmou na manhã desta quinta-feira (20) que o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – Dnocs abriu licitação para a elaboração dos projetos de recuperação dos açudes que receberão as águas da Transposição do São Francisco. O edital de licitação do órgão foi lançado esta semana, visando a contratação daempresa que vai elaborar esses projetos.

Segundo Vital, as empresas interessadas em elaborar os projetos de recuperação dos açudes devem enviar propostas para a sede do Dnocs em Fortaleza, às 15h do dia 16 de julho. Para o Senador paraibano, que preside a Comissão Externa de Acompanhamento dos Programas de Transposição e Revitalização do Rio São Francisco – CTERIOSFR, este é um passo importante para a consolidação do projeto no Nordeste.

“Com esta licitação, o governo inicia a etapa da recuperação dos açudes que vão receber as águas do São Francisco. É um passo importante, considerando que, aqui na Paraíba, por exemplo, até agora o Governo do Estado nada fez para recuperação dos mananciais e preparação para receber estas águas”, afirmou Vital do Rêgo.

*Investimentos e açudes beneficiados – *De acordo com o edital de licitação, serão elaborados projetos para beneficiar dois lotes de açudes. O Lote 1 contempla os açudes Quixabinha, Lima Campos, Orós, Banabuiu, Castanhão, Prazeres, Açú (A Gonçalves), Santa Cruz, Pau dos Ferros, Arapuá (Anjicos).

Já o lote 2 contempla os açudes Acauã, Boqueirão, Mãe d'Água, Poções, Barra do Juá, Poço da Cruz, Chapéu, Entremontes, São Gonçalo, Lagoa do Arroz, Coremas. Os investimentos somam R$ 23.201064,64 sendo R$ 12.124.013,89 pra o Lote 1 e R$ 11.077.050,75 para o Lote 2.

De acordo com o edital, a empresa vencedora deverá executar “Serviços de Consultoria Especializada para a Elaboração de Estudos Técnicos e Projetos no Âmbito das Ações para a Recuperação e Atualização dos Açudes Existentes Inseridos no Sistema do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional – PISF, de acordo com as Especificações Técnicas, Planilhas Orçamentárias e Minuta de Contrato”.

Da Paraíba, serão beneficiados os açudes Epitácio Pessoa e Poções no Eixo Leste e Engenheiro Ávidos, São Gonçalo e Sistema Coremas-Mãe D’Água no Eixo Norte; além de mais dois que foram incluídos no edital: Acauã e Lagoa do Arroz.

Segundo Vital, o objetivo do Ministério da Integração Nacional e do Conselho Gestor do Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional – PISF pretendem constituir um moderno parque operacional do sistema, que receba informações em tempo real e opere máquinas e equipamentos de acordo com as necessidades dos usuários e as capacidades dos pontos de captação do projeto.

“Assim, é necessário ressaltar que a simples recuperação de estruturas e equipamentos antigos, alguns com mais de 50 anos de operação, não é compatível com uma moderna gestão de recursos hídricos a ser empregada no PISF. É necessária uma verdadeira atualização dos equipamentos e instalações, visando a automatização da operação e a integração dos sistemas em tempo real. As intervenções nos açudes existentes deverão manter compatibilidade operacional e de manutenção com os novos reservatórios, chamados de compensação, do PISF”, diz o edital. Ascom. Leia mais pbagora.com.br

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Governo do Estado libera 104 sistemas de abastecimento d´água

CisternasO Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, realiza na próxima segunda feira (17), dia mundial de combate à desertificação e à seca, solenidade para liberar 104 projetos para a implantação de sistemas de abastecimento d´água do Programa Água para Todos.

O evento será no auditório do Palácio da Abolição, às 9:30h contará com a presença do Governador do Estado do Ceará, Cid Ferreira Gomes, do Secretário do Desenvolvimento Agrário Nelson Martins, e demais autoridades.

Ao todo, 3.881 (três mil oitocentos e oitenta e uma) famílias serão beneficiadas em 35 municípios. Um investimento de R$ 18.900.821,73 (dezoito milhões, novecentos mil, oitocentos e vinte e um reais e setenta e três centavos). Os recursos são do Ministério da Integração Nacional e Fundo Estadual de Combate à Pobreza (FECOP).

Durante a liberação dos benefícios, serão assinados três acordos. Um entre o Banco do Nordeste, SDA e Fetraece para Regularização dos Financiamentos Rurais dos Agricultores Familiares do Ceará. O segundo, entre Banco do Brasil e Governo do Estado, através da SDA, no valor de R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais) para o financiamento da infra estrutura hídrica e produção de forragens por meio do Programa Nacional de fortalecimento da Agricultura Familiar. O terceiro entre BNB e Governo do Estado, através da SDA, para viabilizar o Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável (PDRS) – Projeto São José III.

Serão entregues ainda quintais produtivos para agricultores para o MST (Movimento dos Sem Terra), cinco cartas de crédito para apicultores da Fetraece (Federação de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Ceará) e casas digitais, no valor de R$ 60.000,00 (sessenta mil reais), cada uma.

Aproveitando a oportunidade, o Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, entrega ainda, dois certificados para a bovinocultura. Um para Quixeramobim, beneficiando 12 famílias, contendo 01 tanque de resfriamento de leite com capacidade de 2000 litros, 12 kits de higienização da ordenha , 01 kit de análise do leite e 01 kit de inseminação artificial. O outro vai para Banabuiú, beneficiando 20 famílias, contendo 01 tanque de resfriamento de leite com capacidade de 2000 litros, 20 kits de higienização da ordenha e 01 kit de análise do leite.

Serviço
Data: 17/06/2013
Hora: 9:30h
Local: Local: Auditório do Palácio da Abolição – Rua Silva Paulet, 400 – Meireles – Fortaleza/CE.

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Desenvolvimento Agrário
Amanda Sobreira – (85) 3101 8137
amanda.sobreira@sda.ce.gov.br

Lúcio Filho - (85) 3101.8105 | 8897.8510
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br
Twitter: @ImprensaSDA.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Opinião Editorial Cinturão das Águas

O Ceará avança mais um passo, na implantação do desafiador Cinturão das Águas, arrojado projeto de transferência de recursos hídricos entre as diversas bacias hidrográficas do Ceará. O empreendimento objetiva assegurar água para consumo humano e projetos agropecuários e industriais no interior.

A ordem de serviço para a retomada das obras será assinada em Jamacaru, distrito de Missão Velha, encravado na Serra do Araripe. Lá será construído um ponto de redistribuição das águas da transposição do Rio São Francisco, com acesso, no Ceará, por Jati, e destinadas a alcançar a região dos Inhamuns, perenizando os Rios Cariús e Poti.

O Cinturão das Águas, incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II), do governo federal, tem execução prevista para ser concluída em 2040. Sua proposta pretende fazer no Ceará o que será obtido pelo projeto da transposição, perenizando rios e garantindo o suprimento de água em caráter permanente para as populações do semiárido.

Um sistema adutor, distribuído por cerca de 1.300 quilômetros, está destinado a eliminar a carência de água, inicialmente de 1 milhão de pessoas, localizadas na região sul do Estado. As vazões captadas em Jati alcançarão Jamacaru e de lá as bacias de rios como o Salgado, Jaguaribe, Banabuiú, Curu, Acaraú e Coreaú, pelo processo de interligação.

Empreendimento prioritário, planejado em cinco etapas, a inicial, a ter sua execução a partir de hoje, está orçada em R$ 1,6 bilhão, sendo R$ 1 bilhão provenientes do PAC II e os R$ 600 milhões restantes do Tesouro do Estado. A região dos Inhamuns registra os menores índices de pluviosidade do Polígono das Secas, seguida por avançado processo de desertificação.

A perenização dos seus principais rios, o Cariús e o Poti, poderá marcar o início da reversão desse fenômeno. Os Inhamuns se destacam por atuante movimento minoritário em favor da preservação do meio ambiente. Essa motivação, a partir das lideranças comunitárias de Tauá, é fator relevante no esforço para alterar os modos de tratar a natureza.

A estiagem dos últimos dois anos demonstra o quanto estamos distantes da cultura de convivência com a seca e da consolidação da infraestrutura hídrica para a sobrevivência da população regional. O desmantelamento do Dnocs como principal agência de combate aos efeitos da ausência de chuvas, a pulverização de seus recursos hídricos - seu maior patrimônio - e a partilha de suas tarefas com os Estados representam retrocesso.

Dos cinco lotes da redistribuição das obras do Cinturão das Águas, quatro já foram licitados. O último prevê a construção de dez túneis e aquedutos, devendo ser levado a leilão no início do próximo semestre. Cada etapa custará ao governo R$ 300 milhões.

A partilha das águas do São Francisco pelas diversas regiões do Ceará irá atenuar a carência de água, responsável pela queda da produção primária, afetando, em maior escala, as camadas assalariadas. Esta última estiagem, iniciada em 2012, vem sacrificando dois milhões de cearenses. No campo, já se registra, também, a baixa de 400 mil cabeças de gado, com sensível reflexo na produção de leite e de carne.

Como o Cinturão das Águas, o Ceará já dispõe do Eixão das Águas, canal por onde escoam as águas do Castanhão para garantir o abastecimento de Fortaleza e do Porto do Pecém. Juntas essas águas atenuarão, em grande parte, o impacto da irregularidade das chuvas e seus efeitos maléficos na população. Fonte DN.

Cinturão das águas Ministro assina ordem de serviço amanhã

Deputado diz que o ministro Fernando Bezerra virá ao Ceará para autorizar o início das obras no Estado

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, vem ao Ceará amanhã para assinatura da ordem de serviço para a continuidade das obras do Cinturão das Águas. A informação é do deputado Welington Landim (PSB), em discurso, ontem, na Assembleia, explicando que a execução das intervenções custará R$ 1,6 bilhão e deve durar até um ano e seis meses.

O deputado Welington Landim explicou que a execução do projeto do Cinturão das Águas custará R$ 1,6 bilhão e deve durar um ano e seis meses Foto: José Leomar

A assinatura da ordem de serviço acontecerá no distrito de Jamarucu, em Missão Velha. Segundo o pessebista, as obras iniciarão de imediato e estão incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) II, do Governo Federal, que entrará com R$ 1 bilhão. O restante, R$ 600 milhões, será financiado pelo Tesouro Estadual.

Landim afirmou também que o Cinturão das Águas terá um sistema adutor extenso, com cerca de 1.300 quilômetros, integrado às obras da Transposição do Rio São Francisco, o que permitirá que as vazões captadas em Jati sejam levadas a outras bacias do Estado, como Salgado, Jaguaribe, Banabuiú, Curu, Acaraú e Coreaú. A ideia é que, inicialmente, o programa beneficie pelo menos 10 municípios.

"Com essa obra, as águas serão levadas para o Inhamuns e irá perenizar os rios Cariús e Poti", disse Landim, que ressaltou ainda todo o trajeto da água. Segundo ele, o Cinturão das Águas irá solucionar o problema de mais de um milhão de pessoas que sofrem com os efeitos da seca na região do Cariri.

"Seremos o melhor Estado com recursos hídricos no semiárido do Brasil. Ela resolverá o problema de 1 milhão de pessoas que estão passando sede no Cariri. É um momento importante para que possamos trazer esses recursos", disse o pessebista, que parabenizou o interesse do governador Cid Gomes em acelerar as obras, que inicialmente iriam ocorrer em até dois anos.

O parlamentar lembrou ainda que, dos cinco lotes do Cinturão, quatro já estão licitados, todos com empresas diferentes, faltando apenas o quinto lote passar pelo processo de licitação. Este último trecho trata da construção de dez túneis e aquedutos e deverá passar por licitação até o início do próximo semestre. Cada etapa custará pouco mais de R$ 300 milhões.

Privilegiado
O deputado João Jaime (PSDB) ressaltou que esta é uma das maiores obras realizadas no Brasil e destacou que o lado leste atualmente é privilegiado de água, alegando que a região não tem sofrido de maneira acentuada os efeitos da estiagem.

Landim aproveitou para discorrer sobre a Comissão Especial de acompanhamento das obras do PAC I e PAC II, afirmando já ter conseguido 18 assinaturas de deputados que têm interesse em saber que intervenções estão em andamento no Estado e o grau em que se encontram. Como a maior parte do Cinturão das Águas terá recursos do Governo Federal, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento, o pessebista afirmou que esta será uma das obras com maior grau de fiscalização.

Welington Landim garantiu que, no encontro em Missão Velha, deverá abordar o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, sobre relatório que está sendo feito pela Comissão Especial da Seca. Na próxima semana, afirma, tal levantamento, composto por mais de 40 páginas de dados sobre a estiagem no Ceará, será apresentado.

O parlamentar declarou também que a estiagem está afetando dois milhões de cearenses e já matou mais de 400 mil cabeças de gado, sem incluir os prejuízos dos criadores, que foram obrigados a vender os rebanhos a preços muito baixos para evitar a perda total.

"No meu primeiro discurso da Transposição do Rio São Francisco, alguns amigos me disseram que isso era bobagem, que não aconteceria. E hoje eu estou vendo as coisas mudarem na minha terra. As obras eram para ter sido concluídas em 2012 e, até agora, nada. Vamos ser os olhos da Assembleia para que possamos corrigir alguns equívocos, dar novos rumos para essas obras", disse o deputado.Fonte: DN.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

ACIDENTE Duas pessoas morrem em colisão entre carro e caminhão

Um acidente entre um carro e um caminhão provocou a morte de duas pessoas e deixou outras três feridas na madrugada desta quarta-feira, 12, na CE-153, km 68, próximo ao município de Banabuiú, 214,3 km de Fortaleza. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), um Fiat branco, pertencente à Secretária Municipal da Ação Social de Orós, transportava pacientes para Fortaleza, quando colidiu com a traseira de um caminhão.


O caminhão havia furado o pneu e trafegava lentamente, mas o Fiat não percebeu a redução de velocidade e continuou seguindo na pista, provocando o acidente. Duas pessoas que estavam no Fiat, com ferimentos graves, foram socorridas para o Hospital Municipal de Quixadá, onde vieram a óbito nesta tarde. As vítimas foram identificadas como Geraldo Ferreira Colaço e Francisco Custódio Júnior. 



O motorista do caminhão não se machucou e outros três passageiros do Fiat tiveram ferimentos leves. Redação O POVO Online.