segunda-feira, 23 de maio de 2016

Cidade do terceiro maior açude do Ceará passa por racionamento de água

IMG_1920Três ruas, três bairros, uma avenida e uma empresa terão água racionada pelo SAAE de Banabuiú. (Fotos: José Avelino Neto).
Já diz o ditado: de onde se tira e não se põe, um dia acaba. A sabedoria popular também funciona para esta cidade, dona do terceiro maior açude do Ceará. O reservatório está abaixo de 1% e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) iniciou, em caráter experimental, o racionamento de água em algumas bairros e ruas do município. Além da seca, a medida ocorre após uma avaliação da gestão operacional descobrir que a grande demanda da cidade estava comprometendo a maneira correta do tratamento da água.
O racionamento teve início no dia 16 de maio. Os bairros Vila Mariano, Brasília, Olho D’água, e as ruas Valdomiro Rodrigues, 13 de maio e Raimundo Dias, além da avenida Queiroz Pessoa, terão o fornecimento de água racionado em dias alternados. Em um dia chega a água e no outro, falta. A empresa Libra Ligas do Brasil S/A, fabricante e exportadora de ferro para vários países, responsável pela geração da maioria dos empregos diretos no município, também será atingida com a medida.
Segundo o diretor interino do SAAE, Weveny Kel Carneiro, o racionamento foi estudado pelo órgão. “Hoje é necessário racionar porque a previsão de chuva é zero, e do jeito que está o nosso açude, só tende a piorar”. Ele ressalta que o SAAE realizou várias campanha de incentivo ao uso racional da água por mais de um ano, para só então decidir adotar o procedimento.
Racionar porquê? A caixa decantadora, parte do sistema onde ocorre a fase inicial do tratamento da água, tem capacidade de 394 mil litros. Kel explica que a caixa tem que estar completamente cheia para que o processo se inicie. Mas o consumo da população impedia que o acúmulo. “Ela era quase seca direto porque não dava tempo de encher, o pessoal usa muito água. Por conta disso nós estávamos com dificuldade para fazer o tratamento e decidimos racionar”.

IMG_1842Açude de Banabuiú está com 0,84% de sua capacidade.
Dá pra acreditar? Banabuiú é a cidade com o terceiro maior açude do Ceará. O Arrojado Lisboa tem capacidade de um bilhão e 601 milhões de metros cúbicos de água. Atualmente está com mais de 13 milhões de metros cúbicos, totalizando 0,84% de sua capacidade. A seca severa que castiga o Ceará pelo quinto ano, impôs ao açude um contraste assustador. Hoje, no lugar de água, há o mato que cresce, e moradores de distritos que antes atravessavam o açude de barco para poder chegar na cidade, agora, passam pelo local de moto, em caminhos que foram abertos no chão seco do reservatório.
Caso a medida funcione, ela deve se expandir para as demais ruas de Banabuiú. O SAAE ainda planeja fazer mais uma campanha de uso consciente no município e um trabalho com empresários donos de lava-jatos. Kel garante que não haverá cobrança extra de tarifas nas contas. “A única medida que adotamos foi racionar”. Diário Sertão Central.

Nenhum comentário:

Postar um comentário