domingo, 31 de julho de 2016

“Vamos para as ruas com coragem e determinação, não podemos mais viver em uma das capitais mais violentas do mundo”, afirma Eunício

Fortaleza merece um novo modelo de fazer política. É o que defende a coligação Juntos somos mais, formada pelo PR, PMDB, PSDB e Solidariedade (SD). Na convenção realizada na manhã deste domingo, 31, evento que homologou as candidaturas de Capitão Wagner (PR) e Gaudencio Lucena (PMDB) à Prefeitura de Fortaleza, o senador Eunício Oliveira apresentou seua candidato à prefeito e vice-prefeito: “Capitão Wagner é jovem, lutador e tem experiência para fazer muito por Fortaleza. Vamos para as ruas com coragem e determinação, não podemos mais viver em uma das capitais mais violentas do mundo", confirmou.

Segundo o senador, Capitão Wagner e Gaudencio irão apresentar soluções para o desenvolvimento do turismo, para a geração de emprego e renda e melhorar índices na saúde e educação. "Fortaleza está abandonada. Só precisa andar pelos bairros para constatar essa realidade. E não é por falta de recursos. Queremos a unidade e coragem para entregar a Fortaleza que todos sonhamos", finalizou.

Lembrando sua origem humilde, Capitão Wagner disse que conhece de perto o sofrimento de quem mora na cidade e confirmou que vai lutar, principalmente, pela saúde, educação, segurança pública, empreendedorismo e geração de emprego e renda. "Nosso grande diferencial é a coragem e a juventude para mostrar uma nova forma de administrar. Vamos trabalhar contra o fisiologismo político e a corrupção, gerando transparência em todos os setores. Se tivermos transparência nas ações e mostrar onde os recursos estão sendo efetivamente investidos, teremos o apoio da população e vamos fazer uma grande gestão", defendeu Capitão Wagner.

Capitão Wagner disse que tem disposição para trabalhar e está recebendo o apoio de lideranças que sempre contribuíram para o Ceará e Fortaleza, destacando o empenho dos senadores Eunício Oliveira e Tasso Jereissati. O republicano ressaltou ainda o nome de Gaudencio, afirmando que terá ao seu lado uma pessoa que possui grande experiência como gestor e empresário de sucesso, alem de conhecedor da máquina administrativa da Capital. "Nossa vitória será a vitória do povo. Precisamos da ajuda de cada um de vocês", finalizou.

Gaudencio afirmou que durante esses quatro anos da atual administração, ele percorreu todos os bairros da cidade, vendo de perto as dificuldades da população. "Pude constatar que vivemos duas Fortalezas, uma rica e uma miserável. É responsabilidade nossa resgatar a dignidade do povo", pontuou.

Segundo o peemedebista, a população elege um gestor para governar por quatro anos, mas alguns só começam a trabalhar nos últimos nove meses. "Fortaleza merece um novo modelo de gestão. Temos de acabar com o abismo social que existe na nossa cidade", defendeu. Segundo Gaudencio, Fortaleza tinha entre seus principais problemas os setores da saúde, educação e segurança, entendendo que essas dificuldades se ampliaram nos últimos anos. "Precisamos mudar esse perfil da nossa cidade", analisou.

Tasso destacou que vê em Wagner uma nova liderança que chegou para mudar a maneira de fazer política, entendendo que o povo está cansado de abrir os jornais e só ver corrupção. " Tenho visto o comportamento de Wagner e ele não troca cargos, não negocia e se põem pela postura de coragem e honestidade. Estamos apoiando uma nova liderança, uma nova maneira de fazer política com mais transparência e mais perto do povo".

Para o tucano, Gaudencio será o braço vigilante de Capitão Wagner e fará a conexão com Brasília, junto também ao senador Eunício Oliveira, na busca de recursos conforme as necessidades do povo fortalezense.

Ao final, Capitão Wagner recebeu uma homenagem da sua esposa e filha."Tenho certeza que ele vai cuidar de Fortaleza como cuida da nossa família", salientou Dayany Bitencourt, esposa do republicano.

A convenção lotou o ginásio do Colégio Farias Brito. Compareceram também o presidente do PR no Ceará, o ex-governador Lúcio Alcântara; o presidente estadual do PSDB, Luiz Pontes; o presidente do Solidariedade, Genecias Noronha, além de deputados estaduais e federais e demais lideranças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário