terça-feira, 12 de abril de 2016

Cogerh afirma volume médio dos açudes do Ceará aumenta para 13,34%

Açude Gameleira, localizado na Bacia do Litoral (Foto: Cogerh)Açudes Quandú, Caldeirões e Gameleira iniciaram sangria. Foram registrados aportes em 40 açudes, conforme monitoramento.

A média do volume dos açudes no Ceará registrou aporte desde o início deste mês. O volume aumentou de 12,58%, contabilizado no dia 1º de abril, para 13,3%, segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Os 153 açudes monitorados pela Cogerh, cuja capacidade total é de 18,64 bilhões m³, apresenta volume de 2,49 bilhões m³ (13,34%).
Segundo a Cogerh destacam-se os açudes Quandú, Caldeirões e Gameleira, que sangraram.

Foram registrados aportes em 40 açudes, destacando-se os açudes Acarape do  Meio, Angicos, Ayres de Sousa, Banabuiú, Castanhão, Cedro, Edson Queiroz,  Jaburu I, Orós, Pedras Brancas e Taquara.

Estes aportes permitiram que os  açudes Catucinzenta, Martinópole, Poço do Barro e Riacho da Serra deixassem o volume morto e que o açude Salão deixasse de estar seco. Também houve registro de chuvas em 73 postos pluviométricos monitorados pela  Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

De acordo com o boletim da Cogerh, além dos três açudes sangrando, outros sete reservatórios estão com volume acima de 90%, e 117 estão com volume inferior a 30%.

Bacias cearenses - Atualmente, o volume de água das bacias está distribuído: Litoral (43,73% ), Alto Jaguaribe (30,93%), Coreaú (41,94%), Metropolitanas (21,36%), Serra da Ibiapaba (19,30%), Médio Jaguaribe (9,23%), Salgado (18,40%), Acaraú (10,72%), Banabuiú (3,01%), Sertões de Crateús (4,57%), Curu (2,92%) e Baixo Jaguaribe (0,23%).

Nos últimos sete dias, destaca-se o aporte no açude Orós, Castanhão, Araras, Gameleira e Angicos.
Foto: Cogerh - Açude Gameleira, localizado na Bacia do Litoral.
Do G1 CE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário