sexta-feira, 5 de junho de 2015

Banabuiú e Solonopole entre as 28 cidades reconhecidas pela defesa civil em situação de emergencia no CE pela seca

Brasília, 05 - A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional reconheceu situação de emergência em 28 cidades cearenses vítimas da seca. São os municípios de Apuiarés, Ararendá, Banabuiú, Boa Viagem, Cascavel, Catunda, Caucaia, Choró, Forquilha, Groaíras, Ibicuitinga, Iguatu, Irauçuba, Jaguaretama, Jaguaruana, Jijoca de Jericoacoara, Lavras da Mangabeira, Morrinhos, Novo Oriente, Parambu, Pereiro, Potiretama, São Gonçalo do Amarante, São João do Jaguaribe, Sobral, Solonópole, Tejuçuoca, e Umirim. A portaria com o reconhecimento da situação está publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 05.

A situação de emergência, segundo definição do Ministério da Integração Nacional, é aquela "situação anormal, decretada em razão de desastre, que embora não excedendo a capacidade inicial de resposta do município ou do Estado atingido, requer auxílio complementar do Estado ou da União para as ações de socorro e de recuperação".

Em outra portaria, a Defesa Civil reconhece a situação de emergência de 13 cidades amazonenses atingidas por inundações. São elas: Anori, Anamã, Borba, Caapiranga, Careiro da Várzea, Codajás, Fonte Boa, Jutaí, Manacapuru, Uarini, Beruri, Coari e Maraã.

Também foi reconhecida situação de emergência no município de Baixo Guandu (ES), em razão da estiagem na região. Pela mesma razão, a Defesa Civil reconhece situação de emergência nos municípios de Rafael Jambeiro (BA), Santo Estêvão (BA), e São Francisco de Itabapoana (RJ). Já Coromandel (MG), teve a situação de emergência reconhecida em razão das chuvas intensas.

A Defesa Civil também autorizou a transferência de R$ 334,266 mil para o município de Tabatinga (AM), para ações de socorro e assistência às vítimas das enchentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário