terça-feira, 24 de novembro de 2015

Quem não pagar pensão alimenticia ficará com nome sujo no spc e serasa

50 mil reais de pensão da filha caçula. A divida foi parcelada, e Latino se livrou de ir pra cadeia. Se fosse hoje o artista também poderia ficar com o nome sujo. O Tribunal Superior de Justiça decidiu que a partir de agora, o devedor de pensão alimentícia pode ser inscrito pode ser inscrito no serviço de proteção ao crédito. Os ministros julgarem em casa de um pai que devia pensão do filho e não possuía bens para serem penhorados. A mãe pediu que o nome dela fosse negativado no SPC ou no Serasa. A justiça entendeu que o interesse da criança é prioridade sobre o direito de devedor de ter o nome preservado. Essa é mais uma forma de forçar o pagamento da pensão "Esse dispositivo, essa decisão vem pra proteger justamente isso, o interesse do menor e evitar que ela saia prejudicado, aí na falta de compromisso com o responsável".

Nenhum comentário:

Postar um comentário