terça-feira, 28 de abril de 2015

Ações do Governo do Estado livram municípios do desabastecimento de água

Radutora1A chegada das águas do Açude Orós ao município de Jaguaretama, no último fim de semana, representa mais do que um alento aos moradores da cidade. Agora são sete as sedes municipais que reverteram sua situação hídrica de alerta neste ano por intervenção do Sistema Estadual de Recursos Hídricos. Além de Jaguaretama, Ipaporanga, Uruoca, Senador Sá, Coreaú, Moraújo e Morada Nova. Outra boa notícia foi a recuperação dos mananciais que abastecem Itapajé e Tejuçuoca, onde as chuvas garantiram recarga e afastaram o perigo de falta d'água.

A adutora de montagem rápida que atende Jaguaretama tem 16,6 km e foi construída pela Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra). Ipaporanga, Uruoca e Senador Sá, escaparam do desabastecimento com a perfuração e implantação de poços artesianos. Já Coreaú e Moraújo tiveram a situação estabilizada graças a poços implantados e também à razoável recarga do açude que abastece as duas sedes municipais. Já Morada Nova foi socorrida com a construção de uma adutora cuja captação é feita no Eixão das Águas.

Radutora2“Devido ao prolongamento da estiagem, o grande desafio do abastecimento neste ano são as sedes municipais. Nosso trabalho tem sido intenso no sentido de encontrar soluções para cada problema específico”, explica o secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira. Além das adutoras de montagem rápida, o governo passou a perfurar, com mais intensidade, poços nas áreas urbanas. “É claro que a situação não é a ideal em todos os municípios, mas enfrentávamos risco de iminente colapso e conseguimos superar essa situação imediata”, explica o Superintendente da Sohidra, Yuri Castro.

Em Quixeramobim, município do Sertão Central, já foram perfurados 15 poços. Desses, cinco se mostraram inviáveis. Hoje, outros 20 poços estão sendo perfurados na área da sede do município. “É preciso ter claro a dificuldade de se encontrar água em quantidade e qualidade nessa região de solo com embasamento cristalino”, destaca Yuri Castro. “Por isso buscamos toda e qualquer alternativa viável e ao alcance da tecnologia de que dispomos”, explica.


LEILÃO REVERSO – No fim de março passado, o governador Camilo Santana comandou, no plenário da Assembleia legislativa, leilão reverso para contratação de obras e serviços de enfrentamento aos efeitos da estiagem no interior do Estado. Estavam previstos investimentos de até R$ 14.497.098,34 para a contratação de sistemas simplificados de abastecimento de água. O leilão reduziu o valor para R$ 10.497.088,47. A implantação dos sistemas acontecerá em quatro lotes e compreenderá a construção de 132 novos poços artesianos (desde a locação, até a perfuração e instalação de bombas), instalação de 251 sistemas simplificados de abastecimento de água com chafariz (em poços já existentes) e de 68 sistemas de dessalinização em poços tubulares profundos.Também serão contratados serviços de locação, construção e teste de vazão com análise físico-química da água e testes de vazão.


ÁGUA DOCE - Também em março, Camilo Santana assinou, em Tauá (Sertão dos Inhamuns), Ordem de Serviço para implantação de 222 dessalinizadores em comunidades rurais de 44 municípios do sertão cearense. O investimento é de R$ 44 milhões com recursos do Governo Federal e contrapartida do Tesouro Estadual. O programa deverá beneficiar cerca de 80 mil cearenses que integram as chamadas "populações difusas" (pequenas comunidades situadas nas áreas rurais mais remotas dos municípios). A implantação dos equipamentos será feita em três lotes. Os dois primeiros, que juntos contemplam 24 municípios já tiveram a implantação iniciada.


MUNICÍPIOS ATENDIDOS

LOTE 1 (licitado): Miraíma, Irauçuba, Itapajé, Umirim, Tejuçuoca, Apuiarés, Pentecoste, Gal. Sampaio, Paramoti, Caridade, Canindé, Sta Quitéria, Itatira e  Madalena.
LOTE 2 (licitado): Mons. Tabosa, Boa Viagem, Independência, Quiterianópolis, Tauá, Arneiroz, Catarina, Saboeiro, Aiuaba e Salitre.
LOTE 3 (em fase final de licitação): Barreira, Chorozinho, Aracoiaba, Ocara, Itapiúna, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Morada Nova, Palhano, Russas, Banabuiú, Jaguaretama, Jaguaribara, Alto Santo, Milhã, Mombaça, Piquet Carneiro, Acopiara e Umari.


Henrique Silvestre
Assessor de Imprensa da Secretaria de Recursos Hídricos
85 3101.4004 /8866.9963
henrique.silvestre@srh.ce.gov.br

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa
Casa Civil - Governo do Estado Ceará
85 3466.4898

Nenhum comentário:

Postar um comentário