terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Em Senador Pompeu: Árvores centenárias do mercado público são derrubadas na calada da noite

Diante das secas prolongadas e das severas crises de abastecimento, os populares do município de Senador Pompeu, a 275 km de Fortaleza presenciaram mais um fato de desordem e autoritarismo municipal. Segundo eles por volta das 04:00 da manhã desta terça[20.01.2015 as máquinas aceleravam seus motores para destruição de 11 árvores centenárias da praça do mercado público municipal. 
O secretário de Obras do município ordenava a retirada das árvores centenárias; Deodato Aquino sentou na castanhola.
Ainda segundo testemunhas e provas inquestionáveis o secretário de Obras do Município, Marcelo Machado ordenava a retirada das árvores durante o começo da manhã. O caminhão do PAC 2 enviado pelo governo federal com a retroescavadeira que era carregada com os restos mortais das plantas, se movimentavam constantemente retirando os galhos e troncos. 

O engenheiro agrônomo Deodato Aquino acompanhou em cima de uma castanhola antiga de 08:00 da manhã às 18:00, juntamente com a vereadora Lúcia Aquino, Márcia Zomin e senhores que luta pela não destruição da natureza. As rádios Campo Maior de Quixeramobim, Rádio AM Patu e FM Humaitá de Senador Pompeu relataram a tragédia ambiental, além da rádio sertão central que transmitiu o programa espaço aberto, que completava 1 ano no ar. 
O centro de Defesa dos Direitos Humanos reforçou o combate a truculência do poder público municipal. Seu Antonio Francisco que participou dos programa de rádio na sertão central ficou chocado com a cena de destruição. A população acompanhava de perto todo o transtorno ambiental. Fram Paulo que é assessor do CDDH de Senador Pompeu junto com Josean Ramos e o advogado Dr Natanael Alves delegado da OAB em Senador Pompeu publicaram uma nota de repúdio em nome do Centro de Defesa dos Direitos Humanos.  
Os radialistas Ronildo Saldanha - Campo Maior, Jonathan Cavalcante - PATU E HUMAITÁ, Maninho Sousa - Sertão Central e o professor Junior Holanda acompanhado de Gélio Coelho reforçaram o exemplo enfrentado por Deodato. Durante o programa o vice prefeito do município, impedido de atuar como gestor participou lamentando a situação e ajudou Deodato Aquino acionar os órgãos ambientais como IBAMA e SEMACE, que disseram não poder fazer nada, porquê isso era de competência do município. Até então uma lei orgânica municipal impede a derrubada de árvores com mais de 5 anos e com mais de 3 metros. 
Segundo o advogado Valdecy Alves que divulgou uma nota de repúdio VIOLARAM A CONSTITUIÇÃO FEDERAL - A CONSTITUIÇÃO ESTADUAL - A LEI ORGÂNICA MUNICIPAL E LEI MUNICIPAL - PORTANTO CRIME E ATO DE IMPROBIDADE. 

Na nota Valdecy segue: Já derrubaram no silêncio da madrugada as árvores do antigo Salão Brasília; andaram derrubando árvores na calada da noite, segundo fotos do Centro de Defesa Antonio conselheiro, e agora querem derrubar árvores em pleno dia. QUE VISÃO É ESSA DAS ARVORES? QUE ARQUITETOS SÃO ESSES INCAPAZES DE PLANEJAR OBRAS URBANAS PRESERVANDO AS ÁRVORES??? ... E O PIOR É QUE PENSAM QUE A POPULAÇÃO OU PESSOAS DO POVO NÃO TÊM O DIREITO DE QUESTIONAR.. Como se o Poder Público não existisse para promover o bem comum,.. Derrubar árvores assim é crime....SR, PREFEITO, SUSPENDA A DERRUBADA DAS ÁRVORES E PEÇA AOS SEUS ARQUITETOS QUE REFAÇAM O PROJETO DE OBRA MANTENDO AS ÁRVORES... Essa luta deve ser travada e apoiada contra qualquer autoridade que destrua a natureza... pouco importa o partido... pouco importa a época... pouca importa o lugar no mundo... SR. PREFEITO, CLEMÊNCIA PARA AS ÁRVORES DE SENADOR POMPEU... Até porque o Ministério Público será acionado! QUE CRIME AS ÁRVORES COMETERAM PARA SEREM CONDENADAS À PENA DE MORTE??????

O secretário de Obras do município quando procurado pela imprensa prefere ficar calado e deixou claro em uma das oportunidades que não precisa dos veículos de comunicação para se explicar as reportagens e ao povo. Acompanhe vídeo:

Fonte: Blog do Radialista Walter Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário