quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Um Radialista de Assaré é ameaçado: “pare de falar besteiras se não vou matá-lo”

O radialista Antonio Leite Xavier, de 55 anos, registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na tarde desta terça-feira na Delegacia de Polícia Civil de Assaré denunciando ter sido ameaçado de morte. Jocélio Leite, como é batizado na radiofonia, trabalha na Radio Patativa FM daquele município e acusa Wildo Palácio de tê-lo ameaçado de morte através de uma ligação telefônica. 

Com receio que algo pior lhe aconteça, o profissional da comunicação decidiu representar contra o denunciado que é cunhado do ex- prefeito de Assaré, Antonio Benjamim de Oliveira Filho. Segundo relatou para a polícia, por volta das 8 horas da manhã de ontem recebeu um telefonema no qual Wildo teria dito que se Jocélio não parasse de falar besteiras iria matá-lo ou no mínimo daria uma surra como já o fez no passado. 

Além de radialista, Jocélio é político. Nas eleições municipais de 2012 ele foi candidato a vereador e até o mais bem votado do PT (Partido dos Trabalhadores), mas ficou na segunda suplência de sua coligação com os 356 votos obtidos. Para o pleito deste ano tenciona disputar o cargo de prefeito de Assaré pelo PCdoB. Jocélio responsabiliza ainda pelas ameaças o ex-prefeito Oliveira e o atual Samuel Freire. 

Como explicou, eles teriam concedido uma entrevista no sábado (20) na Rádio Cultura quando o primeiro teria dito publicamente que iria chamar Wildo Palácio para resolver os problemas entre Jocélio e o seu grupo político. Há 19 anos o comunicador apresenta o programa “Acorda Sertão” das 6 às 8 horas de segunda à sexta feira. Jocélio comentou ainda que o acusado teria sido visto passando em seu carro várias vezes perto da rádio no horário do programa. Via acopiaranoticias.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário